Os Miseráveis

Caros leitores, o texto que se segue poderá ferir susceptibilidades e/ou despoletar um ou outro aplauso, mas não passa de mera opinião minha, e como tudo nesta vida, este texto não irá agradar a gregos nem a troianos, mas aqui vai.

A GERAÇÃO SÉCULO XX/XXI !!!!

Aos meus olhos (míopes), estas duas gerações estão numa maré de azar que até assusta, as próximas estarão como que de baixo de uma macumba super poderosa e anti-progressista. É verdade que vivemos numa era de grandes avanços, tanto a nível científico, tecnológico, político (avanço e político na mesma frase até parece anedota, mas vá…), mas noutros campos estamos a redigir a olhos vistos, por exemplo a escolaridade, o pessoal já não quer saber de cor os livros de trás para a frente e vice-versa, fazem como as gerações mais antigas (bisavós, avós), ficam-se pelo 9° ano, por razões diferentes obviamente, desistem da escola e vão trabalhar, desertos de ganharem algum (parabéns a todos os responsáveis que deixaram a escola e começaram a trabalhar, independentemente das razões, e aqueles que estão a queimar pestanas com os estudos).

Não condeno ninguém óbvio, mas sinto que esta geração está derrotada, ou porque acreditam pouco em si mesmos ou porque ninguém acredita neles. Outra questão: gravidez precoce, há casos e casos, no entanto a taxa de gravidez na adolescência é astronómica, só na minha cidade, então imaginem no país. Há tempos ouvi um comentário “Agora até parece que se respira, ou virou moda” ai jasus que penso o mesmo, com tantos métodos contraceptivos, com planeamentos familiares, a malta tem nota positiva nesse “teste”. E a emigração em Portugal?! Também é assustador, emigra tanta gente que até parece as aves migratórias, com a diferença que muitos nem voltam, ai ai crise a quanto obrigas. Só espero que as crianças índigo de hoje revolucionem isto tudo. Tenho fé nesta geração, só precisam é que se lhes seja injectado motivação, motivação, se não é o declínio da raça humana.

É isso tudo, ou o problema são os meus olhos míopes.