Olá Estranho!

Olá estranho,

Desculpa-me referir-me desta forma a ti, mas mesmo depois deste tempo todo, sinto que não te conheço.

Foram muitos os momentos que partilhamos, as gargalhadas, as caricias, mas foram ainda mais os desentendimentos, as confusões e revoltas um com o outro! Estávamos tão perto e tão longe ao mesmo tempo!

Durante meses e meses a fio, lutei por ti, por nós. Vivia convencida que querias o mesmo que eu, que lutarias na mesma direção que eu! Estava tão cega que não conseguia ver o que estava a frente dos meus olhos. Tu não me amas, aliás nunca amaste, tu simplesmente gostavas da sensação de teres alguém ao teu lado. Foi então que percebi, que tudo não passava de um jogo para ti, até porque sejamos sinceros, tu és incapaz de amar alguém além de ti mesmo!

Foste uma desilusão! E mesmo assim, continuo a amar-te…

Gostava que me conseguisses explicar como conseguiste. Como conseguiste despertar sentimentos e sonhos a alguém quando sabias que não ias corresponder aos mesmos! És uma fraude, um mentiroso e acima de tudo um cobarde, e apesar de te amar, tenho pena de ti!

Podias ter sido tudo, mas decidiste ser mais um! Mais um que chega, faz bagunça e vira as costas sem querer saber do que fica para trás. E eu não consigo entender como consegues ser uma pessoa tão fria! Será que te dá prazer ver todo o sofrimento que causas?!

Armas-te em coitadinho e dizes que não consegues estar numa relação neste momento, mas isso é só mais um pretexto para seres o centro das atenções. E é por isso que tenho pena de ti. Deve ser triste ter que inventar tantas porcarias para se fazer mostrar, mas acima de tudo deve ser triste e solitário não conseguir amar mais ninguém além de nós mesmos, e por isso, ter de fingir.

Contigo quis bem mais que uma aventura ou uma história de amor banal. E tudo não passou de uma desilusão. Mas obrigada miúdo, por teres errado tanto, por me teres magoado tanto e em tão pouco tempo, tudo isso só contribuiu para que eu abrisse os olhos!

Por último quero dar-te um conselho: Cresce e aparece! Idade não é sinónimo de maturidade meu amor. E tu só tens 24 anos de idade, porque ages e pensas como um puto de 16 anos! Tal como te disse, ser homem vai muito mais além, do que pô-la de fora e usa-la! Tens muito que aprender ainda!

Desejo-te as maiores felicidades do mundo, mas longe de mim!

PORInês Franco
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...