Obrigado!

Gostava de poder agradecer-te por me dares a oportunidade de ser quem sou. De amar novamente. De mostrar que existe muito mais na vida do que sofrimento e bocados de corações partidos.

Que as luzes na rua, agora brilham tanto como a minha alma, e que não estão lá simplesmente para iluminar o meu caminho, na noite fria de Inverno. Para isso tenho-te a ti. Prefiro ter-te como a minha estrela candente, que me leva a casa, do que ser iluminada por milhões de outras coisas que te tentam tirar o brilho.

Obrigada por me fazeres sorrir, e me lembrar do sangue vermelho vivo que me corre nas veias, e do batimento forte do meu coração quando passo por ti. Devia ser proibido um sorriso tão cativante como o teu. Onde o arranjaste? Assegurar-me-ei que será só meu, só para mim, como uma obra valiosa escondida num museu por meio de vidros inquebráveis.

É assim que tu me fazes sentir. Única e inquebrável. Porque te tenho a ti, para me apoiar sempre que estiver perto da derrota. Foste a minha maior vitória, no meio desta guerra de dois mundos. O meu e o teu. Levas-te a melhor de mim, e agora sou-te totalmente devota. Unicamente tua. De ti e de mais ninguém. E por muito que ainda não sejas meu, conquistas-te-me desde o teu primeiro “ Olá”. A esperança não acaba.

Descobri agora que, de novo apaixonada, só quero a tua felicidade como única prioridade. Ainda tenho esperança que um dia te apaixones por mim, e sintas o mesmo que sinto por ti. Criaríamos um Mundo nosso. Inquebrável, único, brilhante. Mas acima de tudo, apaixonado, porque a vida não é nada sem amor, e se eu não te tivesse a ti, não descobriria que era o amor que faltava para a minha vida fazer sentido. Obrigada.

PORRita Faria
Partilhar é cuidar!