Obrigada por me teres desvalorizado!

Sabias que estou farta? Não. Eu acho que não tens noção. Ando à anos a conquistar-te todos os dias. A tentar a cada dia fazer-te sorrir, sonhar, fazer-te feliz e acreditar que tudo vai correr bem. Dou-te todos os dias a certeza de que estarei sempre do teu lado aconteça o que acontecer. Sabes que por mal que hajas, eu vou estar sempre lá. Vou perdoar-te, ajudar-te e nunca te deixar cair. Mas no meio disto tudo, e eu? E eu como fico no meio disto tudo? Onde está a retribuição de cada carinho? De cada gesto de segurança? De cada lágrima que escorre?

Nunca te pedi nada de especial. Nunca quis prendas, ou coisas banais. Sempre te pedi pouco, mas que vale muito. O que eu quero de ti? O que me prometes-te!
Um sorriso ao acordar e um “Bom dia princesa”. Um beijo sem contar, um sussurrar ao ouvido. Um abraço apertado quando eu disser que estou bem e tu souberes que não. Um “vou estar sempre contigo”. Tudo isso é o que te peço, e tudo o que vier a mais é somente um acrescento, nada mais.

Quero amor, carinho, cumplicidade. Quero sentir-me amada, desejada, cortejada.

Disse-te isto vezes sem conta. Os anos passam e eu sempre a pedir o que não se pede, a perdoar o que não se perdoa, e a sorrir-te quando só queria chorar.

Não! Isto não só não pode como não vai continuar.

Aprendi que não se mendiga atenção, ou carinho. Que quem quer dá genuinamente, e se dá porque pediste é porque não tem valor. Aprendi a valorizar-me, pois afinal sou bem mais forte do que eu pensava. Consegui passar “uma vida inteira” a desculpar-te quando não tinhas desculpa, e a sorrir todos os dias para toda a gente quando estava um caco. Bem, sou uma grande mulher!

Apesar de tudo, OBRIGADA. Se não me tivesses desvalorizado tanto, eu não sabia que tinha tanto valor. Não sabia que chegava tão longe, que valia e aguentava tanto.

Por isso mesmo, chega! Não vou mais ligar para quem não me atende. Não vou mais enviar sms a quem não responde, nem falar para quem não ouve. Agora vou concentrar-me em deixar de amar quem não me merece, e aprender a amar-me a mim.

Acima de tudo, repito: OBRIGADA. Se não tivesses feito tudo isso e sido como foste eu não sabia que era uma mulher tão “grande” como agora sei que sou.

Da que era sempre tua!

PORDreamy Girl
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...