O que não quiseste há quem queira…

Que se f*da esta m3rda toda… estou cansada de dar desculpas para as tuas desculpas. De tentar ser a boa amiga que tudo entende e tudo aceita. Mas não. Não aceito mais.

Não aceito mais que não me procures, que não converses comigo, que não me queiras na tua vida. Não aceito mais o pouco quase nada que me dás de vez em quando, quando não tens mais nada que fazer.

Perdeste. Perdeste-me como mulher e amiga. Perdeste uma pessoa que ficava acordada a noite toda porque tu só podias conversar à noite. Perdeste uma amiga que te queria dar sorrisos e apenas sorrisos, que não se importava de andar à chuva, que era capaz de fazer 4h de viagem para te dar um abraço e vir embora. Perdeste um montão de bons momentos que eu tinha guardados para te dar. Que se f*da tudo.

Vou guardar-te numa gaveta e deixar-te ali, a ti, as tuas desculpas baratas, ao sentimento que te tenho, ao pouco que me dás, às coisas que tiveste medo de viver, as mentiras que me disseste quando me iludiste a dizer que era de mim que gostavas. Vai ficar tudo ali fechado. Não vou abrir, não vou mais viver aquilo.

Vais continuar por aí a ver-me a mim, a dar ao mundo o que te queria dar a ti. E tu vais andar nessa tua vida pseudo feliz, sempre com altos e baixos e traições e amor falso e fingido e oportunista. E depois, daqui a muito tempo, vais bater na parede e ver que m3rda fizeste ao deixar-me ir. Sempre se diz que quem muito se ausenta deixa de fazer falta.

Ninguém te mandou ausentar assim. Que se f*da a dor que sinto, que se f*da tudo o sinto, que te f*das tu e tudo que me disseste sentir. O karma é f*dido e vai-te f*der. Amigo que é amigo vira o mundo para nos ver sorrir, para uma msg a meio da tarde, para um saída no bar badalado da cidade. Que m3rda de amizade pequenina era esta que me davas? Por isso que se f*da. Vais sentir bem saudades de mim… aiiiii se vais.

Vive por aí nessas amizades falsas que tens, nesse amor falso que tens, nessas noitadas que fazes todos os dias que nada te acrescentam. Que se f*da aquela merda de sermos só amigos, porque se fossemos só amigos não existiam as msg a dizer ‘ah tem cuidado não gostava de saber que te envolveste com alguém’.

Se fossemos só amigos não passávamos o dia a conversar e a mandar msg iguais aos e-mails das cinquenta sombras. Mas também no fundo nem amigo eras, porque se fosses não tinhas mentido, não tinhas fugido de mim e esquecer que eu existo. Se fosses amigo falavas comigo como antes. Mas tu não és amigo. Nem homem. Se fosses homem assumias perante mim e só perante mim o que sentias.

Mas só assumiste o que te convinha para teres o que querias. Quero bem que te f*das. Porque sou mulher de mais para uma pessoa f*dida dos cornos que não sabe o que quer e que vive uma vida dupla como tu. Eu vou viver a minha vida, feliz tranquila e verdadeira como eu. Que se f*da tudo que me deste e ainda mais o que ficou por dar. Que te f*das tu mil vezes pelo que me fizeste passar. Que se f*da a vida, o mundo, o que pensam de nós, o que querem de nós.

Eu quero é que te f*desses comigo mas agora vais-te f*der sem mim. E nessas f*das todas que a vida te vai dar, em cada uma delas, vais pensar, o que teria acontecido se tivesses tido a coragem de saltar de pára-quedas comigo. Beijo doce e vai-te f*der ok? ….

PORDoce Pausa
Partilhar é cuidar!