O homem perfeito!

Hoje escrevo-vos sobre um tema bastante comum, aquele que é também o nosso tema preferido ” os homens” .

Porém hoje vou falar-vos de um em particular que é raro de encontrar.

Vou escrever sobre ELE , aquele homem excepcional , aquele que me faz sentir o centro do universo.

Aquele que independentemente de tudo me coloca sempre em primeiro lugar , e que me faz sentir sempre nas nuvens.

Aquele que entrou na minha vida para a virar do avesso e assim transformá-la num verdadeiro conto de fadas.

Aquele , que eu considerei o homem ideal para ser apresentado á minha familia , num jantar onde ele pôde discutir amigavelmente sobre futebol e política com o meu avô, o meu pai e os restantes homens da família , onde a minha mãe me confessou que sempre sonhou ter um genro assim , que deixasse a sua pequena princesa a delirar de tão feliz, um jantar no qual as minhas tias não pararam de gabar o meu homem e passaram a noite a fazer-me um inquérito sobre toda a nossa história, e as minhas primas (coitadas)  ficaram ao canto a roerem-se de inveja porque também elas sonhavam ter um homem assim.

Pois é meninas !

Ele mesmo , o verdadeiro mito urbano , O HOMEM PERFEITO !

Ele é um verdadeiro cavalheiro , ele abre-me portas, cede-me sempre passagem e puxa a cadeira pra que eu me possa sentar.

Ele não me trai , ele não me mente , nunca me falha , e está sempre lá quando eu preciso .

Ele nunca se aborrece por mais que eu fale e dirige-me toda a sua atenção, fazendo-me sentir a mulher mais interessante do mundo inteiro.

Ele não sente ciúmes (ok , talvez um pouco, mas muito pouco) e raramente discutimos.

Passamos horas e horas esquecidas juntos e nunca nos fartamos da companhia um do outro.

Aquele homem consegue tirar de mim o mais genuíno dos sorrisos .

Vocês acreditam que ele prefere ficar por casa comigo a ver um filme romântico do que ir para os copos com os amigos ?!

Inacreditável , não é ?

Este homem consegue deixar-me louca de desejo com os seus beijos mais vorazes.

E todas as noites entre mimos, carinhos, beijos e carícias , ele vai dizendo o quanto me ama e o quão feliz me quer fazer no futuro.

Ele fala-me de casamento , de filhos e até de como vai ser fantástico ter a nossa casa cheia de netos quando formos velhinhos.

Este homem faz-me acreditar que existe algo que vai durar para sempre, ele é surreal.

Todas as manhãs antes de sair para o trabalho dá-me um daqueles beijos á filme, como se não fosse voltar a ver-me nunca mais e todas as noites quando chega traz consigo uma flor , seria uma loucura não amar alguém assim.

Ele surpreende-me a cada instante , tal como hoje , acabo de entrar em casa e não há luz .

Ele iluminou tudo apenas com velas , deixou tudo preparado para um jantar romântico, e no cimo da mesa, bem no meio dos copos de cristal está uma pequena caixa com um laço vermelho gigante.

Será aquilo que estou a pensar ?

Procuro por ele mas não o vejo , pouso a mala , deixo os sapatos no meio do corredor e dispo o casaco , vou entrando silenciosamente , desloco-me até á mesa e nem sinal dele .

Foi então que pensei na pequena caixa e em como podia dar uma rápida espreitadela , antes que ele voltasse ali , mas assim que me debrucei sobre a mesa para apanhar a caixa, começa a tocar uma música.

O homem é mesmo perfeito , e sabe exactamente como fazer uma mulher feliz, eu atrevo-me a dizer que ele é o homem dos meus sonhos.

A música , toca cada vez mais alto , mas onde raios se meteu ele , e porque é que não diminui o volume ?!

A música é-me tão familiar.

Será a música que tocou no nosso primeiro encontro ?

Ou será aquela que tocou naquele dia que fomos fazer um piquenique á beira mar ?

Não me lembro , mas sei que a reconheço.

De repente , vindo do nada aquele lindo homem decide finalmente aparecer.

-Estava a ver que hoje não te encontrava por aqui.  – disse-lhe eu.

Ele ignorou-me, parecia concentrado em algo.

Foi então que o vi dirigir-se até à mesa , ele pegou na pequena caixa com o seu grande laço vermelho , e ajoelhou-se à minha frente.

E foi ali , depois de ajoelhado aos meus pés que se lembrou que não tinha desligado a música e pediu-me que lhe desse tempo de desligar aquilo para poder continuar o que estava a fazer.

Apenas acenei com a cabeça , estava completamente emocionada.

E foi naquela breve pausa que eu me lembrei da música, ela era-me realmente familiar , e sabem porquê ?

Porque a oiço tocar todas as manhãs no meu telemóvel.

Era apenas o despertador a avisar-me que já estava na hora de acordar e parar de sonhar !

Chegara a hora de sair da cama e de parar de sonhar com aquele homem magnífico que só existe nos meus sonhos , nos vossos sonhos , nos nossos sonhos meninas .

O homem perfeito não passa disso mesmo , um lindo sonho !