O Encontro!

7h00 da manhã… Saio de casa e vou trabalhar com o pensamento no além. As horas vão passando e fico cada vez mais ansioso. Não consigo disfarçar a alegria e satisfação… É que hoje será a nossa primeira saída! Hoje vou jantar com ela, aquela amiga que tanto amo…

20h00 estou na porta da sua casa. Não me atraso nem um minuto.

Ela sai 10 minutos depois com um sorriso no rosto e linda como sempre.

– Adorei o figurino, elogio eu.

Abro-lhe a porta do carro, ainda conservo os velhos hábitos de cavalheirismo “hehehe”. Em seguida, dou a volta e ocupo o meu lugar de piloto. Toco no play e faço-lhe delirar com a minha biblioteca musical.

Hey, psiu! Ainda não é tempo de ires para as nuvens. Quero-te com os pés bem acentes no chão. Hoje a noite promete!

Vamos andado e o tempo vai passando. Perdemo-nos em curvas e contra-curvas. Aprecio cada semáforo, cada desvio das ruas e tento concentrar o olhar na estrada só para não me perder nos olhos dela. E que olhos!

E pronto… Chegamos ao nosso destino: ilha de Luanda, restaurante a beira-mar.

Puxo-lhe a cadeira; ela pede marisco e eu fico pelo típico bife no prato. Ausento-me e vou ao wc: lavo a cara e dou pulos de alegria para disfarçar a emoção. Volto para a mesa e encarno o papel de gentleman.

O tempo vai passando e perdemo-nos em conversas e sorrisos. Fomos falando de tudo um pouco… Política, música e até literatura, entre toques de mãos e mexidas no cabelo. Tudo foi correndo lindamente até ao final do jantar.

Já na rua, estaciono e levo-lhe até a porta de casa. Dou-lhe um beijo no rosto e ela vira-se para ir embora.

– Hey, toma… Fica com o meu casaco! Assim tenho um pretexto para nos vermos novamente quando tiveres que mo devolver. Feliz noite e até um dia.

PORKevin Belo
Partilhar é cuidar!