O Casamento Não É Sobre Encontrar O Nosso “Melhor Amigo”!!

“Algumas semanas atrás estava com um grupo de amigos a jogar um jogo numa festa. A ideia do jogo era conseguir que alguém adivinhasse de quem estávamos a falar, dando uma breve descrição sobre a “coisa”.

Nesta rodada em particular a “coisa” era o nosso “melhor amigo”. Várias pessoas descreveram atributos do seu marido/esposa ou namorado(a)a. Eu não o fiz. Sim, eu não uso a minha esposa como exemplo do meu melhor amigo.

Nas últimas semanas eu tenho pensado muito sobre isso. Será que eu estou casado com a minha melhor amiga? Estarei num casamento mau? Estará o nosso casamento condenado? Serei um mau marido? Ou sou apenas um idiota? Agora, a resposta para as duas últimas perguntas podem não ter nada a ver com a forma como eu respondi à pergunta no jogo.

A noção de estares casado(a) com a(o) tua(teu) melhor amiga(o) é muito romântico. Coloca o teu cônjuge no topo da tua lista de amigos. Ela(e) é o amigo mais importante da tua vida, ele é o teu tudo. Esse é um sentimento maravilhoso, mas estará ele a tornar a minha relação com a minha esposa mais curta?

Ela não é a minha melhor amiga, ela é minha esposa. Isso é mais. Eu acho que temos tido esta ideia de que como são os nossos casamentos e como eles estão destinados a ser e tentamos aplicar os mesmos padrões dos nossos outros relacionamentos para eles.

Posso dizer que, com toda a certeza, o que eu já passei com a minha esposa necessita e continua a exigir um relacionamento que está além de uma amizade.

Temos enfrentado desafios que, estatisticamente falando, matam casamentos. Nós temos uma criança com necessidades especiais e desafios médicos, que têm enfrentado perdas de emprego, dificuldades financeiras extremas, quebras de confiança.

Além da infidelidade, já passámos pela maioria dos principais desafios que levam ao divórcio. Isso leva um a relação muito além de ser a minha melhor amiga.

Somos amigos, é claro. Nós compartilhamos alguns interesses e memórias comuns. No entanto, eu também sei que há uma abundância de áreas em que temos gostos completamente diferentes.

Eu amei as séries de Netflix Stranger Things. Ela acha que E.T. é um filme de terror.

Posso assistir a eventos desportivos por horas a fio sozinho, que ela prefere conversar e tomar café com um amigo. Uma cabana na floresta soa incrível para mim, um cruzeiro da Disney com todos os mimos incluídos é o seu sonho. E está tudo bem.

Porque nós temos outras coisas. Nós amamos os nossos filhos ferozmente e amamos estar presentes quando eles experimentam coisas novas e crescem de maneiras incríveis. Nós adoramos encher a nossa casa com os amigos. Gostamos de rir. Eu nem sei se amor é uma palavra suficientemente forte para isso.

Vê também: As 11 Maiores Diferenças Entre O Namoro E O Casamento! 

Chamá-la de minha esposa significa mais. Nós temos um entendimento sobre quem somos na vida dos outros. Sei que – como uma parte de quem eu sou para o meu núcleo – tenho um papel a desempenhar para com ela que mais ninguém tem.

Essas áreas de diferença são o que nos fazem o casal que Deus espera que sejamos. Nós complementamos-nos um ao outro, apoiamos-nos um no outro, damos graças um ao outro, falamos a verdade um ao outro e nós responsabilizarmos mutuamente, de uma forma única que só nós podemos fazer.”

FONTERelevant Magazine
Partilhar é cuidar!