O assunto mais cliché e antigo de sempre!

Amor…

O assunto mais cliché e antigo de sempre! No entanto nunca é demais falar deste sentimento que nos provoca borboletas na barriga ou nos arrasa como um furacão.

O amor é muito relativo. Há quem ame e não saiba e outros que dizem que amam e não sentem. Mas não estou a contar nenhuma novidade não é?

Apesar de nunca ter sido amada de verdade pela pessoa que amei e amo, sei o que é o amor pela positiva. É só o melhor sentimento de todos. É impossível explicar o formigueiro na barriga, o nervosismo só de ouvir o nome da pessoa amada, o coração a querer sair pela boca quando vemos a pessoa em questão, a felicidade que parece que não termina nunca e que ninguém pode estragar.

No entanto, doí cada vez mais quando o sentimento não é reciproco. Quando amamos e a pessoa não quer saber de nós. Aquela imagem do primeiro olhar e das primeiras palavras ditas, não saem da cabeça e choramos com saudades, a desejar que tudo se torne como antes.

Mas nada pode voltar a ser igual… Antes de amar o outro, temos de nos amar a nós. E se o outro não nos amar, não podemos baixar os braços é verdade mas também temos de saber quando desistir

porque depois,

é só dor

e não há momentos bons que possam compensar isso.

PORDaniela Pereira
Partilhar é cuidar!