O Amor…

Acham que o amor também tem uma segunda oportunidade? Acham que é possível voltar-se a amar uma pessoa? Eu acho que nunca pensaram realmente nisso pois vivem agarrados à famosa frase “só se tem um grande amor na vida”.

Muitas pessoas acreditam plenamente na frase pois nunca tiveram a experiência de voltar a sentir isso por uma outra pessoa porque convenceram-se a si mesmo que a relação que têm será “para sempre”, mas sabem as coisas na vida real não são bem assim, nada na vida é para sempre. Existem vários obstáculos que podem de uma forma repentina pôr fim ao “para sempre”.

Eu também tinha essa ideia como qualquer adolescente mas aconteceram tantas coisas que me fizeram questionar essa tão famosa frase que desde nova ouvia, comecei a perguntar-me se era possível voltar a amar uma pessoa, se  seria assim tão impossível viver-se novamente um novo amor.

Eu acho que é possível voltar a sentir borboletas no estômago, que se pode sentir novamente um nervosismo miudinho, que se sente o coração aos pulos e que é possível ter-se um novo protagonista nos pensamentos. Questionei-me se era possível voltar-se a sentir medo de se perder alguém ou até mesmo ter receio de fazer alguma coisa para não se magoar a outra pessoa.

Seria possível voltar-se a abrir o coração e deixar que outra pessoa o tomasse por completo, ou simplesmente deixar que outra pessoa te complete. Engraçado que nunca se pensa nisso até que alguém nos fale/ questione sobre esse assunto.

Já pensaram qual é a razão para ninguém abordar este assunto? Será que existe ou não razão? Eu acho que a única razão para não se falar sobre isto, é simplesmente a ideia errada de só se ter um grande amor na vida, tudo pode ter uma segunda oportunidade até mesmo o amor.

Aquelas pessoas que por alguma razão já perderam a pessoa que achavam que era o seu grande amor, não desesperem pois não sabem se mais cedo ou mais tarde vão encontrar outro grane amor, mas nunca forcem o amor pois raramente dá bom resultado. Deixem que apareça naturalmente e se for repentinamente ainda melhor, pois só mostra que o destino tinha algo reservado para ti só estava a espera da altura certa para te pôr no mesmo caminho que o outro.

Uma vez li uma frase que me fez repensar na vida e tomar alguns caminhos diferentes do que anteriormente tinha programado para mim, passei a definir as minhas prioridades e deixar outras coisas também igualmente importantes mas que podiam ser adiadas por uns tempos. Exponho aqui a fase para que pensem nela e reflitam sobre ela: “para todo o fim, há um recomeço”.

Observando melhor o mundo à minha volta, deparei-me como algumas questões muito intrigantes sobre este tema, será que todas as pessoas casadas são o primeiro grande amor um do outro? Será que todos os namorados que passeiam de mãos dadas na rua, são o primeiro grande amor da vida um do outro? Eu acho que não e tenho a certeza que há pessoas que já tiveram ou que têm uma segunda oportunidade no amor, o importante é aproveitá-la e ser-se feliz ao máximo.

Espero que as pessoas solteiras que já tiveram o que consideram o vosso grande amor na vida, que não desistam do amor só porque ele não foi justo uma vez. Também não estou a dizer para lutarem até perderem as forças, simplesmente digo para não fecharem o vosso coração a sete chaves e não deixarem que outra pessoa vos ajude a repará-lo.