O amor é um mistério sem fim…

A vida é um comboio sem atrasados e o amor é uma carruagem movida pela emoção e conduzida pelo coração.O amor é um mistério sem fim.

A verdade é que teria todos os indícios para me apaixonar por ti mas o medo e as minhas fraquezas acho que não deixam. Diz-me vale a pena apegar-me  a alguém que está tão perto de mim mas tão longe, eu não sabia o que pretendias sentir ou até mesmo o que querias. As dúvidas surgem quando o pensamento vagueia somente sobre  a tua pessoa. Pensando bem a expressão “dúvidas” não é a mais correta, acho que é mais medo ou receio de chegar ao fundo do poço outra vez, desta vez será difícil de me aguentar e erguer novamente a cabeça, acredita da outra vez foi mais que difícil quase impossível.

Tenho medo de me apaixonar por uma pessoa como tu, atenção não te estou a criticar és boa pessoa aliás excelente pessoa mas eu e tu somos como o azeite e o vinagre, somos opostos um do outro, ainda só passaram dois meses e meio mas aprecem anos com os acontecimentos que já se sucederam.

Já viste o que fizeste comigo? O que me fazes sentir? Que quando estou contigo o tempo parece que pára? E quando volto à realidade a saudade vem, até ao meu subconsciente?Logo de partida o teu sorriso me conquistou, a sensação foi tão boa estar junto a ti, desse teu corpo torneado, tudo em ti me fascinou não ou mentir, desde dos olhos cor de mel ao formato dos lábios carnudos perfeitos.

A saudade ainda vem ter comigo nas noites mais frias, a saudade do teu peito encostado à minha cabeça, a presença do aceleramento do teu coração, das mãos cruzadas em plena rua ou ate mesmo em casa, dos beijos de minuto a minuto, dos gozos que me irritavam tanto. Como vês não me esqueci de nenhum detalhe ainda sei que tocas violão para descobrir a tua sintonia, que ouves musica para acalmar ou então para reflectir, ainda sei a tua cor favorita, o teu modo favorito de dormir, ainda sei de tudo.

Acho que se quiséssemos de ambas as partes teríamos tudo para dar certo mas nada para resultar. Sabes porque digo “nada para resultar”? Porque a verdade é que eu queria que tudo desse certo, admito não te vou esconder isso, da tua parte não obtive respostas mas sim desilusões uma atrás da outra. Vou dar tempo ao tempo, pareço uma apaixonada a falar mas sou apenas uma mulher que se encantou pelo o que nós tínhamos desde da nossa amizade até esta “coisa” que eu nem sei chamar o que foi, será que foi “namoro”, no meu coração, na minha cabeça podes ter a maior certeza que foi.

PORVanessa Tusto
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...