Ninguém é perfeito!

Por melhores que sejam as pessoas e as suas intenções, um dia com intenção ou até mesmo sem querer, elas decepcionam-nos.

Com o tempo aprendemos que errar é humano, que todos nós erramos e que por vezes mesmo certos temos de baixar a cabeça e o orgulho e pedir desculpa, e isso acontece com toda a gente, entre pais e filhos, marido e mulher, namorados e entre amigos também, ninguém é perfeito, nós somos humanos e todos cometemos erros, uns mais graves e outros menos.

É normal e comum que cada um os cometa ao longo da vida, desde que aprenda com eles, e não os volte a repetir, servem como lições e devemos aprender sempre alguma coisa com os que cometemos e com os que vemos os outros cometerem para que possamos evoluir como seres humanos.

A única maneira de não os cometer e não fazer absolutamente nada de nada da vida, é mesmo assim no entanto esse é certamente o maior erro que se pode cometer a vida inteira.

Cada um de nós já teve e fez esta experiência frustrante e triste de ser magoado ou de magoar e falhar com alguém que nunca queríamos decepcionar, por muito que tenhamos cuidado, mais tarde ou mais cedo alguém nos vai magoar, e nós também mais tarde ou mais cedo vamos cair no erro de decepcionar alguém seja por esquecer uma data importante, chegar tarde a algum compromisso, mentir para minimizar alguma coisa, ou pela forma de agir ou por que dissemos.

Muitas vezes o nosso principal erro consiste em saber ou não falar correctamente, temos de ter muito cuidado com as palavras, pois o problema muitas vezes não é o conteúdo das críticas e das palavras, mas sim o modo como que se fala e com quem se fala.

Nem sempre percebemos onde estão os erros, porque geralmente eles estão em nós mesmos, na nossa maneira de ser e agir e por vezes é difícil de os descobrir e identificar, e mais complicado ainda é de os admitir, muitas vezes é mais fácil ver os erros dos outros que os nossos.

Os outros também são humanos, também erram e tem a mesma dificuldade de descobrir e assumir os seus próprios erros, pois ninguém é perfeito, toda a gente erra com alguém, e isto só nos ajuda a crescer, faz parte do processo de amadurecimento de qualquer pessoa e de qualquer relacionamento, e por um lado é bom que isto aconteça, para que ninguém fique e viva na ilusão de achar e acreditar que tal pessoa é perfeita ou até que nós mesmos somos intocáveis, perfeitos, santos e imaculados porque isso não é verdade.

Geralmente as pessoas erram tentando acertar, e não há mal nenhum nisso, contando que esses mesmos erros não se repitam, não podemos aceitar os nossos erros com naturalidade, quando percebemos onde estamos a errar o nosso dever é parar, pedir desculpa e não voltar a repetir.

Ninguém é menos pessoa por errar, muito pelo contrário, é com esta experiência, com a mágoa e o gosto amargo dos nossos erros que compreendemos as fraquezas, medos e os erros de todos nós, é assim que crescemos e nos tornamos melhores pessoas.

O importante é assumir o que fizemos, nunca é tarde para pedir desculpa, quando assumimos os nosso erros e reconhecemos a nossa culpa devemos pedir perdão e desculpa pelo que fizemos, só assim podemos seguir em frente de cabeça erguida e em paz com nós mesmos, não importa se a outra pessoa quer ou não aceitar e perdoar, pois nós só tínhamos de fazer o correcto e assumir o erro da melhor forma ao fazer o pedido, daí para a frente quem decide é a pessoa e o problema e dela e não nosso.

Não importa a quem magoamos, se isso nos levou a aprender a ser uma pessoa melhor e a não magoar mais, não importam os erros que cometemos se estamos dispostos a mudar e nunca mais voltar a repetir os mesmos.