Não trates como prioridade quem te trata como opção!

Um dia enquanto apressadamente saias de casa para mais um dia, tropeças em alguma coisa… inicialmente parece-te uma pedra, depois tens duas opções… olhas com mais atenção e corres o risco que essa pedra seja preciosa e te encante com o seu brilho, ou então ignoras e não passa de uma pedra…

A verdade é que nunca ignoramos, olhamos sempre, tentamos ver melhor, ver além, ficamos encandeadas, encantadas… e um dia esse brilho cega-nos…

Chama-se “Amor”…

Lindo, doce, terno… Enche-nos o coração… No início são imensas as promessas, as juras de amor, os toques, o carinho, as mensagens, as conversas sem hora para terminar…tudo fica em segundo plano, ele só te vê a ti…

Trata-te como uma princesa tu trata-lo como um príncipe e só imaginas o dia em que serás a sua rainha e ele o teu rei… Os planos sucedem-se, os sonhos, as juras, os olhares, os sorrisos… até que um dia acordas e parece que tudo mudou… os sorrisos não se sucedem, ele já não precisa de estar contigo 25h por dia… duas ou três horas são mais que suficientes… as mensagens não se multiplicam, ele perde a necessidade de te ver, de te ter, de te tocar… Deixas de te sentir especial, deixas de te sentir desejada e questionas o porquê?! O que fizeste, onde erras-te o que mudou… deixas-te de ser prioridade e passas-te a ser tratada como uma opção, uma opção no meio de várias em que podes estar no início ou no fim… o teu coração chora, tu também… aquele que te tinha roubado o coração, roubou-te os sonhos e roubou-te os sorrisos… Começas a contentar-te com pouco pelo medo de te teres que te contentar com nada!… E isso é tão errado…

Por isso princesa, levanta a cabeça ou a coroa vai cair… Ama-te e cuida-te, coloca o teu melhor sorriso e vai à luta, sai de casa, trata-te, embeleza-te porque pedras há muitas e o brilho que te cegou, não era o brilho de uma pedra preciosa, era apenas o reflexo do sol num caco de vidro…

Se não te procura, se não te preenche, se não te faz sentir especial e única, não era para ser…

Não te sintas culpada, não te anules não te diminuas… as vezes tu és muito mulher, muito esperta, muito linda, muito forte , muito “tudo” que fazes com que o teu namorado, o teu homem se sinta “menos homem”, e tu pensarás que te terás que anular e ser “menos mulher”, para ele se sentir bem… mesmo que para isso tu te sintas mal… O maior erro que podes cometer é retirar joias da tua coroa, de maneira a fazê-la mais fácil de “carregar” para o teu homem… Quando isto acontecer, tens que entender uma coisa…

Tu não precisas de uma coroa menor, ou menos valiosa… O que tu precisas é de um homem capaz de a carregar, tal como ela está…

Valoriza-te, se não o fizeres… ninguém o fará! Ama-te, ama-te muito… Tu não precisas de alguém que te complete, completa já tu és… Precisas é de alguém que te transborde!

Ninguém vive de “finais felizes”, se é para ser feliz que essa felicidade não tenha fim!

PORMónica Tavares
Partilhar é cuidar!