Não tenhas pressa de crescer!

A ansiedade devora-te não é mesmo?

O mundo dos adultos é tão sedutor, que nada mais te move, além da vontade de cresceres.

Eu conheço bem essa sensação. Os horários irão alargar-se. Os pais já não irão controlar as todas as tuas saídas. Provavelmente terás oportunidade de dormir em casa da melhor amiga, como antes não tinhas. A noite atrai-te. As bebedeiras com os amigos. As aventuras. As preciosas histórias para contares aos teus netos num futuro distante.

Ganhares o teu próprio dinheiro. Seres responsável pelas tuas coisas. Investires no que bem te apetece sem precisares da aprovação dos mais velhos.

Namorar sem precisares do consentimento dos pais. Colecionares bocas e corpos.

Oh, como esse mundo te seduz.

Chamas-lhe liberdade. Queres a liberdade. Queres que os teus poros respirem essa louca liberdade.

Deixa-me que te diga: aproveita a tua tenra idade. Antes que a idade adulta te faça afronte. Aproveita.

Sei que custa, veres todos os teus amigos saírem e só regressarem de manha. Sentes-te excluída às vezes. Sei que custa ter que negar os convites das amigas. Seres a única que chega sóbria a casa, é um bocado desagradável, sendo que todos estão tão animados, não é? Esbanjar dinheiro é mais divertido quando não dependemos dos outros. E namorar com aquela pessoa que os nossos pais abominam dá adrenalina. Descobrir o gosto de outras bocas parece algo fenomenal.

Nada é tão bonito como parece. Nem tão simples. Nem tão divertido.

Agora custa. Ninguém gosta de ser o “desmancha prazeres”, mas daqui por alguns anos, irás dar valor a cada proibição que te foi feita, a cada regra que te foi imposta.

Quero que saibas que mesmo sem saíres à noite como todos os outros, podes viver grandes aventuras com os teus melhores amigos, para contares aos teus netos.

Quero que saibas que custa ganhar o nosso próprio dinheiro e por isso irás valorizar cada centavo quando ele for ganho com o teu suor.

Com o passar dos anos, mudarás de lugar. Terás alguém a bater portas e a arremessar palavras desagradáveis contra ti, perante as regras que criaste. Terás alguém imprudente, a desejar crescer. E irás dar valor a cada conselho que recebeste quando também te deixavas seduzir por essa liberdade, que afinal não existe, não na forma literal.

Com a liberdade acrescem as responsabilidades, que nunca terias se não tivesses crescido. Então aproveita! Aproveita os melhores anos da tua vida, que passam a correr, não tão depressa como desejas, mas que um dia desejarás ter aproveitado melhor. Não tenhas pressa de crescer!

PORLetícia Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...