Não sei por onde andam os teus olhos

Não sei por onde andam os teus olhos. Mas, espero que olhem pra mim.

Não me posso habituar a sentir a tua falta, as memórias trazem- te até a mim. Vou esperar que regresses e me faças chorar, outra vez.

Posso ver a tua alma, não és um ser comum.

Sou tão vazia sem ti.

Nenhum espaço me preenche.

As cores escureceram a cada dia que passa, em que não estás aqui. Apesar disso, tenho o talento de trazer- te, e o mundo ganha cor por alguns segundos, mas depois escurece repentinamente. Deixando- me desorientada acompanhada com o meu desespero.

Amar-te mata-me.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...