Eu não queria. Acredita!

Eu simplesmente não podia evitar. Não podia impedir-te de olhar para mim , de me convidares sei que podia recusar mas mal perguntavas a resposta era sim, sem hesitação, não podia mandar-te calar , porque as tua palavras, os teus elogios, as nossas conversas, simplesmente eram como musica para os meus ouvidos, uma musica da qual não me fartava de ouvir.

Eu não podia controlar, as tuas ações, as tuas palavras, o teu toque.. Eu não podia controlar-te e fazer-te parar. Eu não podia, nem queria. Mas a pior parte de tudo isto, era eu.

A pior parte é que eu também não conseguia evitar os meus “sim”, não conseguia deixar de ficar corada todas as vezes que me elogiavas, todas as vezes que tocavas ou que te aproximavas.

A verdade é que eu não conseguia controlar-me a mim própria, os meus impulsos, não conseguia deixar de procurar e encontrar a perfeição em ti. Eu encontrei-a e não quero largá-la e deixá-la para outro alguém agora. Fica.

PORA Imperfeita
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...