Eu não espero eternamente…

Vem cá, chega perto de mim e deixa-me dizer-te uma coisa: eu não espero para sempre. Um dia vou cansar-me de toda a tua indiferença, de mendigar pelo teu amor, de ser apenas sinónimo de uma noite de prazer.

O teu problema é que sempre me entreguei demasiado… Porra, dei tudo de mim. Quando eu te pedi para ficares comigo, eu queria ser tua, apenas tua, queria dar-te mimos antes de adormecer, acordar com o teu sorriso e amar-te um pouco mais a cada dia. Tu, depois de tudo isto, continuavas a mostrar a indiferença de um olhar frio.  

Acorda! Não esperes que apareça outro homem que me dê tudo aquilo que tu tiveste medo de dar, que grite com todo o ar que tem nos pulmões que me ama, que me dê carinho, e que não tenha medo de se entregar a mim e fazer-me feliz… porque nesse dia, meu amor, eu vou e nunca mais olho para trás.

Não deixes a mulher da tua vida escapar-te por entre os dedos, um dia quando te aperceberes de tudo isto pode ser demasiado tarde.

(…) eu não espero eternamente.! 

PORFilipa Pimenta
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...