Tu não és frio de sentimentos, tu és fraco!

Era bonitinho e tal, mas tinha um defeito, era frio de sentimentos, dizia ele.

Aposto que já conheceste alguém assim! Estou certa?

Amar não é só cuidar, respeitar e proteger, amar é arriscar. Para amar é preciso coragem.

É caíres num mar de impossibilidades e ainda assim navegares com a crença no possível.

“Sou uma pessoa fria de sentimentos”. “Não sou frio por opção, sou frio por deceção”. “Não estou pronto para um novo relacionamento”.

Quantas frases feitas já escutaste de um dito homem? Qual será a próxima desculpa de um dito homem?

Irá culpar as estrelas pela sua frieza? Irá culpar a ex que o magoou? Irá culpar o carro que teve um furo no pneu?

Não existem pessoas frias de sentimentos, existem pessoas fracas de sentimentos, eis a diferença!

Amar hoje em dia é para os fortes, para quem não tem medo de arriscar, para quem gosta de se afundar num mar de impossibilidades. Amar é para quem gosta do perigo, da aventura, da adrenalina das dificuldades. Amar é para quem quer ser feliz sem receios, sem medos, sem fantasmas do passado.

Pessoas que se dizem frias, sofreram pouco. Pessoas que sofrem muito, tendem a arriscar mais. E não preciso de estudos para saber disso, não preciso de analogias nem filosofias. Preciso sentir na pele a dor da perda do primeiro grande amor, preciso sentir na pele a dor da perda de pequenos amores.

Todos os que já sofreram muito, procuram a felicidade. Não ficam estagnados no tempo à espera que ela caia do céu. Se esperas demasiado a única coisa que verás cair é chuva, aviões e meteoros.

Se tens o coração partido, arriscas. Porque dor nenhuma no mundo vale mais a pena do que a dor de um coração realmente perfurado. Ter o coração partido é provavelmente a dor mais deliciosa, significa que foste corajoso o suficiente para amar no meio das impossibilidades, significa que foste forte, ter o coração partido não é uma desculpinha para te protegeres da deceção, é uma bandeira branca para amar de novo. Amar é arriscar.

Sei que em algum momento da tua vida, disseste a ti mesmo que estavas melhor sozinho porque alguém te deixou. Mas quantas oportunidades deste a ti de redescobrir o amor? Tu podes amar com o coração gelado, porque até um coração frio aquece perante uma pequena brecha de sol.

Tu só não amas, porque és fraco de sentimentos, porque tens medo. Não uses a frieza como escudo, quando a única coisa que te impede de amar, é a tua fraqueza.

PORLetícia Brito
Partilhar é cuidar!