Não era suposto acontecer…

Sabia desde o início que não podia confiar em ti, mas decidi correr o risco. Estupidamente eu confiei e o que não era suposto acontecer, aconteceu. Apaixonar-me não era suposto.

Eu gostei de ti. De verdade. Eu gostei tanto de ti que te coloquei em primeiro lugar em todas as escolhas ao invés de mim mesma. Talvez esse tenha sido um dos problemas. Eu gostei realmente de ti, mais do que tu e qualquer outra pessoa possam imaginar. Doía física e psicologicamente gostar de ti, mas acho que isso nunca te interessou. Tu estavas longe quando estavas comigo e eu percebi que a culpa foi minha pois, eu sabia que tu serias um problema, e mesmo assim deixei que quebrasses as barreiras que não me permitiam sentir algo por alguém.

Chegaste, entraste, sorriste e destruíste tudo o que havia dentro de mim. Mas tudo bem. A culpa foi apenas e inteiramente minha por ter dado tanto de mim a algo que me fascina. Não sei se sabes, mas apesar de tudo, eu não te desejo mal nenhum. O ódio que persistia, já o guardei longe daqui. Eu espero, do fundo do meu coração, que sejas realmente feliz e que encontres alguém que cuide de ti da maneira que eu nunca pude. Peço que quando a encontrares, não faças nada de mal. Ama-a e protege-a da maneira que não soubeste fazer comigo.

PORS'L
Partilhar é cuidar!