Eu não consigo odiar-te!

Eu já tentei. Acredita que já tentei…
Procurei por todo o lado por um pouco de ódio, mas chego sempre à mesma conclusão…
Não importa o quanto me tenhas magoado, eu não consigo te odiar…
Ainda me preocupo um pouco contigo…

Sim…
Preocupo-me tanto que eu próprio construiria um foguete para te mandar para Marte numa viagem só de ida…
Mas como posso te odiar se sempre me preocupei contigo?

Ainda hoje, depois de tudo, ainda me preocupo…
Sem abreviações, palavrões ou outras coisas, eu ainda tenho um mínimo de preocupação por ti…

Mas é tão pequena a minha preocupação que até para as formigas, a preocupação seria considerada uma pequena poça para elas molharem os pés…
Eu já planeei imensos planos de vingança…

Pequenos pedaços de papel que eventualmente acabam no caixote do lixo, simplesmente por não os consigo executar…
Não é porque não tenho capacidades de os executar, porque eles até são bem simples…
A resposta é muito mais simples que isso…

As pessoas não podem demonstrar aquilo que não existe dentro delas…
Estive ainda uns dias destes com uma amiga minha a falar sobre ideias para me vingar e tudo o que ela me disse foi “Isso nem parece teu.” e sabes porquê?

Porque realmente não faz…
Não posso procurar por ódio onde apenas tenho carinho…
Por isso, não consigo te odiar…
A sério que não consigo…

Mas não é por isso que quero falar contigo…
Muito pelo contrário…
Neste momento quero tudo, menos falar contigo…
Só quero mesmo me despedir…

Adeus, e lembra-te…
A minha vontade de te ter ao meu lado é como uma estrela cadente…
Vista uma vez e nunca mais apareceu…

PORDayDreamer
Partilhar é cuidar!