Menina de Sonhos!!!

A menina que fui outrora cresceu!

Menina de infância feliz, rodeada de muito amor e alegria… pés no chão, corria de encontro ao vento porque pensava puder voar.

Cantava todos os dias para os carros que vi-a passar, era uma menina cheia de magia que encontrava nas pequenas coisas a definição do verbo amar…

A todos eu adorava deixar um pouco de mim, por isso sempre sentia que o amor não tinha fim.

Mas com o tempo cresci e as coisas foram mudando e então eu percebi que nem sempre se segue a vida cantando.

Da escola eu não gostava, porque me sentia perdida e muitas vezes fui enganada por quem se dizia minha amiga. Chorei muitas noites quando a casa chegava e com a tristeza eu seguia afinal a vida não pára.

Com o tempo percebi que nem todos querem nosso bem, pois pessoas como essas não viviam abaixo de ninguém. Criaturas infelizes, cercadas de falta de amor e talvez fosse a forma delas para fugir da sua própria dor.

No entanto continuei, e sempre acreditar que nem todos são iguais e que um dia encontraria um lugar onde ficar.

Dei o melhor de mim para cada um que foi passando, quem não o soube aproveitar se foi mas eu não fiquei chorando.

A menina de outrora cresceu e aprendeu que a vida é dura, mas nem sempre tudo é mau e a vida continua. O tempo foi passando mas não deixei de acreditar e tive pessoas no caminho que ficaram por saber respeitar.

Amigos nunca tive muitos mas quero apenas poucos e bons, pois chegas a uma altura que percebes que nem todo o abraço é bom!

A menina de outrora cresceu, pois eu queria tanto crescer. Achava que crescendo tudo seria diferente, tinha tantos sonhos…

Tive o que tanto queria, aqui estava eu crescida!!!

E logo eu percebi que crescer ainda mais doía.

Alguns sonhos concretizei, outros não saíram da prateleira…

A vida foi-se encarregando de por os pontos nos “is” e com o tempo fui agarrando o que mais me fazia feliz.

Nem sempre tudo foi mau, tive muitas coisas boas mas crescer só veio mostrar que nem tudo são primaveras!

Queria voltar no tempo para abraçar aquela menina feliz, mas o tempo não volta atrás e o que eu fiz, fiz!

O passado não posso mudar isso é certeza garantida, mas o futuro é o nosso lar e eu tenho que curar esta ferida.

A menina de outrora cresceu e a viver começou, mas apesar dos pesares ela ainda não se abandonou!

A menina de outrora cresceu, mas o amor em mim ficou e com força e determinação um dia terá tudo com que sonhou.

A menina de outrora cresceu a vida assim o quis, por isso não me dou por perdida pois essa mesma vida me deu amor suficiente para que eu possa ser feliz!

A menina de outrora cresceu…

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...