Já não tenho nada!

Acordo de manhã e tu não estás, olho ao redor da cama e ficou o cheiro de teu corpo em meus lençóis. Sem vontade levanto-me para um novo dia…

Já não ouço a tua voz pela manhã e o teu doce toque ao me acordar.

A casa está tão vazia e o meu coração também…

Como posso eu preencher um lugar que ainda não está vago em meu coração, como posso eu sorrir se meu coração se quebrou.

Aquele abraço apertado que me roubava o sossego, aquele jeito de olhar que me preenchia o vazio.

Já não tenho nada se não te tenho comigo, aquelas conversas intermináveis, aqueles sorrisos partilhados de alma e coração, aquelas palavras capazes de suavizar a solidão.

Nada restou de tudo o que ficou…

O que faço com uma cama vazia com o odor de um amor, o que faço com um coração sozinho preenchido com lembranças que não te trazem de volta, o que faço com pensamentos rasgados pela eterna esperança?!

Já não tenho nada, esta distância nos matou, esta distância nos roubou, esta distância destroçou um amor completo.

Como te ter de volta se uma força maior te levou?!

Como emendar e remendar algo que não tem mais remédio?!

O que faço com uma saudade completamente devastadora, uma saudade que apenas traz tudo o que não me poderás voltar a dar.

Já não tenho nada se te tiraram de mim, o meu coração bate acelerado a cada lembrança de um beijo perdido no tempo, a cada recordação de um abraço que juntou cada pedaço quebrado do meu ser e que hoje com a força de um furacão me quebra de novo.

Como poderei ser corajosa se sei que cada suspiro meu será de dor e saudade de algo que ficará para sempre mas que jamais voltará para mim.

Já não tenho nada se não te tenho, pois quando te tinha o mundo estava nas minhas mãos.

Amar-te-ei eternamente pois só assim poderá o meu amor acompanhar-te nessa nova vida, uma vida que está para além de mim, uma eternidade que não poderei compreender porque ela roubou-te de mim.

Agora não tenho nada mas um dia talvez tenha tudo outra vez, o que ficou não chega para me fazer feliz e quando te encontrar na eternidade talvez tenhamos o que ela agora me tirou, quem sabe se um dia serei contigo eternamente feliz!

Já não tenho nada mas espero que me esperes nessa eternidade que agora tudo nos roubou mas que um dia me possa devolver.

Serei eternamente tua mesmo que essa eternidade nos tenha separado pois um amor assim vai para além de qualquer vida.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...