Já não há sentimento!

Já não há sentimento.Quer dizer há, mas já não é aquele que tu esperavas. Já não és aquele que eu “conheci”, aliás,eu não sei se alguma vez te conheci mas senti que eras o tal. Eu não estava pronta para me apaixonar de novo. Afinal quem é que está?

Depois daquilo que eu passei só mesmo alguém muito especial para me fazer apaixonar de novo. E esse alguém foste tu. Num só dia fizeste-me esquecer tudo, fizeste-me sentir a melhor pessoa do mundo. Assim que nos “conhecemos” houve logo aquela coisa entre nós. Aquela química. Começaram a reparar que havia algo de especial entre nós. E sabes que mais? Havia mesmo.

Foste o único que conseguiu pôr-me a sorrir depois do outro “erro”, o único em qual senti conforto.

Só eu sei o quanto gostava que me abraçasses e que me sussurrasses ao ouvido: amo-te, quero ficar contigo para sempre. Eras tão meu, e eu era tão tua.

Talvez ainda haja sentimento e talvez eu esteja simplesmente arrependida de não o ter conseguido demonstrar da melhor maneira.

Também me perguntavas se me podias fazer feliz e eu não sabia o que dizer, mas se me perguntares outra vez posso responder que sim?