Já foste…

Eras a minha prioridade, sim eras, hoje não passas de mais um pretendente na minha lista, uma das muitas opções que tenho. Pensas-te que eu iria sempre ser a primeira a mandar-te mensagem? Enganas-te.

Ando ocupada. Trabalho, estudo, saio com as minhas amigas, faço ballet, jogo poker, e tu? Tu encaixavas-te em algum tempo livre que eu tinha… e sim eras o primeiro nome da lista. Mas pensas-te que podias ignorar-me que eu ia apaixonar-me por ti? HAHAHA! Pobre rapaz…

Talvez não se apercebeu que as mulheres hoje em dia estão tão donas do seu nariz quanto os homens. Desculpa mas já foste.

Lembras-te daquela vez que disse que gostava de ti? Bem… não é mentira, mas isso não fazia de ti único, até porque não estou apaixonada por ti. E daquela vez que eu disse que podíamos ver um filme juntos? Seria bom… se não me tivesses ignorado, porque não é com qualquer um que eu digo isso…

Poderias ter sido mais do que um simples momento, agora não passas de uma boa recordação. Se insisti? Sim, insisti, era um forte candidato a tirar-me da vida de solteiro, mas ele preferiu fazer joguinhos, logo perdeu o trono.

Sou impaciente, tem que ser tudo direto. E quando há coisas que saem dessa linha de pensamento… digo adeus!

Por isso… adeus, já foste. Não és o último nome da lista… até porque já nem estás nela, quer dizer… tens o teu nome, mas em outra lista, e não é essa que eu uso.

Desculpa pela sinceridade…

Não sou essas meninas que conheces-te por ai, que com um simples sorriso e um pouco mais de atenção elas rendem-se ao teu charme de príncipe encantado. Claro que sim, que sem dúvida, tens esse efeito, o que não esperavas é que eu já sou imune a isso, e espero que um dia o teu feitiço se vire contra ti.