Ir Sozinho é a perdição absoluta…

Há um pouco de verdade nesses teus olhos. Há um pequeno quintal em cada frase que pronuncias, há um mundo em cada vida. Há um mundo em cada vida, cada mundo diferente, muros vizinhos sejam rivais, ou talvez sejam amores platónicos, eu sei lá.

Só sei que nada sei assim dizia o outro, e se pensar somente nisso, sei mesmo que nada sei, sei que do meu mundo não sei nada, não penetrei em cada coração, não cheguei a cantar uma musica que pudesse ser ouvida, não vergastei por nada que fosse meu. Não tentei fracassar conhecendo o meu fracasso. Não passei lágrimas para uma folha, não criei nada impuro, não tentei ser o que não sou.

E se for fazer as contas, de inúmeros amores e paixões a única coisa de que me arrependo de ter feito foi amar um erro, foi ter amado um fracasso, ter amado cada pequeno detalhe de cada erro dela, ter amado cada mentira e cada olhar, e amei-a, amei-a pois ninguém mais consegui amar e irei amá-la até alguém melhor um dia me roubar deste amor e sozinho não vou ! Não vou sozinho, ir sozinho é a perdição absoluta, e sozinho não vou, pois ir sozinho é a conquista de um nada.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...