Por que ir ao Psicólogo?

Muitas pessoas não procuram o psicólogo por falta de informação, por não compreenderem em que momento precisam desse profissional, existe uma crença de que “psicólogo é pra louco” e por vergonha ou preconceito as pessoas o acabam deixando para o último plano ou para quando o sofrimento chegou ao limite, sendo que poderia ter sido evitado com um acompanhamento precoce.

É importante esclarecer que o psicólogo cuida sim de transtornos mentais, mas essa não é sua única função, ele cuida de tudo aquilo que traz sofrimento para o ser humano, seja qual tipo de sofrimento for: se você tem dificuldade de relacionamento, se acabou de perder uma pessoa querida, se teu filho tem problemas de aprendizagem ou comportamento, se acabou de passar por um divórcio, se é muito tímido ou se é muito ansioso, se tem muito medo, etc… ou seja, o psicólogo está disposto a te ouvir onde quer que seja a sua dor.

O processo terapêutico pode durar de meses a anos, depende muito de cada pessoa e da sua angústia, mas é um processo enriquecedor na vida do indivíduo, pois o psicólogo será um facilitador para que este encontre suas próprias respostas, ou seja, o indivíduo vai adquirindo um autoconhecimento que o ajudará a tomar suas próprias decisões, podendo enxergar a vida com um novo olhar.

O psicólogo também é procurado por pessoas que não estão passando por um sofrimento, mas que estão em busca de um autoconhecimento, porque quando sabemos quem somos de verdade, fica mais fácil de tomar decisões, fazer escolhas, enfim, a vida fica mais leve.

Algumas vezes as pessoas preferem procurar um psiquiatra ao invés do psicólogo, por acreditarem que tomar um remédio será mais fácil e que curará suas feridas, esse profissional é de fato muito importante, em alguns casos é primordial, mas quando a ferida não é no corpo, não se apaga com remédios, o medicamento só agirá no sintoma e não na causa do problema, por isso não resolve de fato o que angustia a pessoa.

Não é fácil mexer nas feridas, mas é necessário, se você está com um pedaço de vidro introduzido em seu corpo, vai doer para tirá-lo, limpar a ferida e fazer um curativo, mas após tudo isso, a ferida cicatriza e a dor passa, agora se não tirar o vidro, vai permanecer doendo e inflamará, acontece o mesmo com nossas dores emocionais, é difícil mexer nelas, mas depois que é exposto, vem a sensação de liberdade e a dor passará, ou será mais amena.

Por causa dessas dificuldades em falar sobre os seus problemas e sofrimentos mais íntimos, as pessoas muitas vezes arranjam desculpas para não ir ao psicólogo, mas saibam que o psicólogo é um profissional capacitado para ouvir e ajudar.

A terapia é o local onde o indivíduo é acolhido em seu sofrimento sem qualquer preconceito ou juízo de valor, e há o sigilo profissional que garante a confidencialidade do que é dito no atendimento, enfim, qualquer pessoa pode procurar o psicólogo, e este estará lá, disposto a ouvir e ajudar na sua dor.

Temos que ter em mente, que nossa tranquilidade e bem estar está acima de qualquer estereótipo colocado pela sociedade, por isso, não deixe de procurar um psicólogo para lhe auxiliar em qualquer que seja seu problema, para haver mudança é necessário um primeiro passo. Nunca se esqueça: você é muito importante!

PORPsiVittá
FONTEPsiVittá
Partilhar é cuidar!