(…) tal como o teu humor muda, a vida muda (…)

Olá,

Eu sei que isto é estranho mas eu desejo mesmo muito falar contigo. Sim, contigo que estás a ler cada palavra em busca de uma resposta, em busca de te encontrar neste texto, em busca de palavras onde transmitem a tua felicidade, ora a tua tristeza. Eu sei porque lês, ajuda a limpar a tua alma, não é? Ajuda a alivia-la e a ver que não és a única pessoa a passar por momentos menos bons, na maior parte das vezes. Outras, porque sentes uma tamanha felicidade a ler e se esse é o caso, felicito-te, porque eu sinto o mesmo a escrever o teu destino…

Tu pensas que eu gosto de te encostar contra a parede e ver-te sufocar em tinta preta e em palavras que deveriam ter sido ditas? Enganas-te.
Eu estou aqui. Quer tu vires para um lado, quer tu vires para o outro.
Eu estou aqui. Aqui para te ensinar qual é o caminho mais correto e o caminho mais errado e as escolhas viram de ti, do teu ser e do teu querer e nisso eu não irei interferir nunca mas te garanto que para cada ato, irás sofrer. Mesmo que vás pelo caminho mais certo do mundo. Irás sofrer. Mas não será só dor, não te preocupes. Sei que também irás ter momentos de pura felicidade, se ouvires o teu subconsciente e o teu coração, a cima de tudo.

Quer queiras, quer não irás ter que fazer muitas escolhas ao longo da vida e com essas escolhas irás aprender imenso e crescer, a cima de tudo.
Se hoje gostas de cores coloridas e de filmes românticos, amanhã poderás não gostar.
Se hoje tens tudo, amanhã poderás não ter.
Se hoje te dás com essas pessoas e se confias nelas, amanhã dar-te-ás com outras e confiarás noutras.

Tal como o teu humor muda, a vida muda. As amizades mudam. Os amores mudam. Os relacionamentos mudam. As pessoas mudam. A moda muda. Os tempos mudam. E tu, terás de fazer as tuas próprias escolhas. Escolher o que queres e o que não queres, mas cuidado, escolhe com a cabeça e com o coração, mas ao mesmo tempo, escolhe rapidamente, pois o tempo acaba. O tempo esgotasse e não podes fazer nada para o mudar. Nem tu, nem eu.

Queria escrever-te a dizer-te que vais ter uma vida fantástica. Que vais casar, ter filhos, uma casa espectacular e que vais ganhar o euro-milhões, mas a quem estaria a enganar? Nem tu, nem eu, nem ninguém acredita nisso.
Se eu te faço sofrer não é porque mereces, é porque tens que aprender. Tens que crescer e tu só saberás o que é crescer, quando a única alternativa é seres forte. Quando sentes que todas as tuas forças estão gastas e mesmo assim tens que lutar e sair do chão, sem a ajuda de ninguém. Isso sim, é crescer. É aprender com os teus próprios erros, e do resto, trato eu.
Se te faço sorrir, isso sim, é porque mereces. Mereces sorrir de todo o sofrimento que te faço passar. Mereces ter momentos bons para recordar que nem tudo são espinhos e que ainda existem rosas no teu caminho, mas cuidado, muitas delas são ilusões que te causo, para te abrir bem os olhos. Não confies em tudo o que vês e muito menos em todos, olha que quem te avisa, teu amigo é.

Irás ter várias desilusões.
Irás arrepender-te de várias decisões.
Irás querer voltar para trás. Mas um conselho, nunca olhes sequer para trás. O que está feito, feito está e se está feito, para te ensinar foi.
Irás perder muitas pessoas, mas se as perderes, nunca as tiveste realmente.

Poderás ter problemas de saúde sérios e ai peço-te para não desistires de mim facilmente! Não desista de ter o coração a bater. Não desistas de te orgulhar e de orgulhares os outros por superares algo que toda a gente pensa ser impossível, mas vai por mim. Haverá sempre uma esperança. Agarra-te a ela. Agarra-te com força tal como te terás de agarrar a quem te protege, a quem te quer bem e a quem te quer dar forças para continuares!

Eu dependo de ti.
Eu dependo das tuas escolhas.
Eu dependo da tua esperança, da tua desilusão, da tua alegria, do teu sofrimento, da tua tristeza, da tua paz, da tua cura e especialmente, que acredites em mim.

Desculpa, de coração, se te magoei. Se te mal-tratei. Se fui incorrecta para ti.
Mas eu estou aqui, até tu ou alguém meter um fim. Mas até lá, acredita, eu serei a única em quem podes confiar a 100%.

Com quem podes desabafar. Gritar. Sussurrar. Até espernear, se quiseres, afinal estamos ligados, de uma maneira ou de outra e eu não te irei abandonar, mesmo que quisesse e descansa. Só se metesses fim a nós, especialmente, a mim. Que não vive sem ti e que tu não vives sem mim. Apenas serias um corpo morto.

Até me podes mal-tratar que eu juro que não te irei fazer mal ou que não te irei meter pior do que já estás, eu apenas existo para te meter forte. Pare construíres uma armadura em ti para que nada nem ninguém possa destruir.

Eu estou aqui, e quer tu queiras, que não, terás que levar comigo.

Ainda não sabes quem eu sou? A resposta está em cima, bem em cima antes do texto começar.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...