Hoje eu consigo!!!

Hoje sei que posso sorrir em vez de chorar, é como um osso que se quebra mas que se pode reparar.

Hoje acredito e tenho fé que dias melhores virão, tenho sustento, coloco-me de pé e esqueço da solidão.

Hoje insisto na procura de um motivo para amar, o amor cura tudo e eu já o posso constar.

Hoje resisto e digo não ao mal que vem até mim, pois coloquei em meu coração o amor de Deus que não tem fim.

Hoje caminho com objectivos, faço planos e permito-me sonhar, consegui obter motivos para receber e sobretudo aprender a dar.

Hoje olho a vida com amor, agradeço a Deus por estar viva e deixo para trás a dor para que a minha vida siga.

Hoje consigo ver soluções, o sol me iluminou, também tenho ilusões, meu coração se reparou.

Hoje agradeço o que a vida me deu, pode parecer pouco ou nada, mas é muito e sei que valeu, pois do nada se constrói uma estrada.

Ó que loucura a minha de achar que sou incapaz, pergunto-me que razões eu tinha para desistir da paz.

Pensei no pior do mal e que estupidez incrível, sinto vergonha desse astral, era um estado incompreensível.

Como posso dizer sou infeliz quando tenho o melhor da vida, tenho o amor que sempre quis, como posso abrir esta ferida.

Realmente sou uma idiota de achar que nada mais tinha graça, como pude abrir a porta para deixar entrar a desgraça.

Sinto-me agora muito incomodada por permitir-me lágrimas derramar, como tracei esta estrada quando não havia motivos para a traçar.

O pouco que tenho é bom e tenho é que agradecer pois se estou viva não é em vão, só posso é melhorar a vida para a merecer.

Peço perdão a todos, aos que sofreram comigo, agradeço o vosso esforço, é por vocês que consigo.

Sou linda e única digam o que disserem, tiro agora a túnica pois quero e tenho os que também me querem.

Amo estar acompanhada dos que verdadeiramente gostam de mim, pois saber que sou amada já é uma alegria sem fim.

PS: Acima de tudo procurem sempre encontrar o melhor que têm em vocês. Amem-se acima de tudo. Pois o começo do verdadeiro amor está no amor próprio.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!