Há tanto tempo que te perdeste nessa tua nova vida!

Mas tu já não tens amigos? Dizes que sim, que ainda os tens, que são poucos mas com os quais podes contar sempre. Assumes esta última sem pestanejares, sem sequer teres um pingo de dúvida. Como é que tens tanta certeza?

Há tanto tempo que te perdeste nessa tua nova vida e com tudo o que ela te dá e te faz sentir. Há tanto tempo que por mais que tentes não consegues sair dessa vida. Enganas-te a ti própria quando dizes que estás a fazer um esforço pois enquanto não te abrires dessa vida que levas tudo continuará a ser da mesma forma. Há tanto tempo que não procuras os teus amigos para partilhares a tua vida e para que eles possam partilhar a vida deles, pois se não o fizeres eles perderão o gosto de partilhar o que é deles contigo, mas há tanto tempo que te perdeste nessa vida que não percebes o quanto mudaste em ti e o quanto fizeste com que os outros mudassem contigo.

Há tanto tempo que só os procuras ora por interesse ora para lhes mostrares que eles não têm razão e de que tu estás presente mesmo quando eles dizem que não. Com tudo isto ainda continuas a ter a certeza sem pestanejar de tudo aquilo que dizes? Quando é que será que vais perceber que os poucos amigos têm razão? E quando esta vida um dia acabar o que é que vais fazer da tua vida?

Liberta-te dessa vida e vem viver o que realmente a vida é e tem para te dar e fazer sentir. Acorda para esta vida antes que essa tua vida acabe e já não tenhas nada para além do vazio e do silêncio


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...