Guerreiros sem espadas, mas vencedores para sempre!

Cada um de nós viu-te crescer de uma forma diferente. Mas todos nós sabemos, ou deveríamos saber a tua história. A história que conta como vieste ao mundo, como foste criado e por quem. Quem te fez aquilo que tu és hoje e quem lutou para que nunca te perdêssemos. As adversidades que passaste mas as vitórias que alcançaste.

Talvez só saibamos metade da história, alguns nem isso. Hoje em dia só vivemos para o futuro, sem apreciarmos o presente e tudo o que tens para nos oferecer, de norte a sul, de este a oeste, entre os campos e as cidades, entre a areia da praia e neve da montanha.

E o passado? Alguém se recorda dele? Alguém consegue gritar um OBRIGADO por aquilo que os nossos antepassados conquistaram, pelo sangue que derramaram e pelo amor no coração? Um amor chamado PÁTRIA! E que poucos hoje sabem o que isso é. E que poucos o carregam ainda.

Por isso… a todos os que no passado nos deram este presente, OBRIGADO. A todos aqueles que preparam o nosso futuro, um pedido sincero: não se esqueçam dos vossos antepassados e como tal, lutem para que não percamos aquilo que é nosso!

Que sejamos guerreiros sem espadas, mas vencedores para sempre!! Cada um de nós viu-te crescer de uma forma diferente, mas independentemente disso, todos te devíamos honrar e lutar por ti. Afinal… és tu o nosso País.

(10 de Junho – Dia de Portugal, de Camões e das Comunidade Portuguesas)


PELA WEB

Loading...