Guarda-me no teu abraço…

Posso pedir-te um abraço?
Posso pedir-te aconchego nesta noite fria de emoções escaldantes?
Quero que me tires da rua e me leves para o aconchego do teu abraço!
Leva-me contigo, com a tua capa negra! Leva-me!

Duas capas negras também se podem aconchegar
Duas capas negras também podem gostar
Também se podem abraçar!
Se eu te quiser abraçar também me abraças?
E se eu abraçar outro, abraças-me a mim também?

Prende-me nesse teu abraço! Prende-me!
Prometo que, desta vez, deixo cair o aço!
E depois, aí, vais ver o que eu te faço!
Só te peço que me guardes no teu abraço!

PORRita M. Fonseca
Partilhar é cuidar!