Fomos Roubados por Alguém Sem Nome..

Quis ser teu, sim, tal como as palavras o dizem, eu quis. Quis ter o mundo e quis ver a vida escoar mares de ternura.

Que pedra me saíste, que barreira impenetrável me saíste, que infortúnio o de te ter como pedra e não como ponte.

Que travessia tão sufocante, a de te querer tão perdidamente e não te ter, nem como clarão. Eras um flash para mim, na rapidez com que te quis, pensei ser a mesma quando no futuro um dia te pensei vir a desprezar, que azar, que má sorte tivemos !

Quisemos possuir a liberdade numa flor, quando nem num vale ela cabe, quisemos o impossível quisemos ter um espaço no futuro imprevisível. Quisemos ser invisíveis e notáveis nesta vida, quisemos aligeirar o próprio viver. Quisemos tanto, o amor foi grande e a paixão ofuscante, e agora nos vemos sem um ao outro, fomos roubados por alguém sem nome..


PELA WEB

Loading...