Foi fácil?

Tantas dúvidas persistem na minha cabeça em relação à tua partida, mas hoje só queria saber se foi fácil, por isso pergunto-te (com medo do que me possas responder): Foi fácil?

Foi fácil ires embora sem dizeres um Adeus?

Foi fácil ires embora sem um último beijo, um abraço?

Foi fácil ires embora sem dar explicações aquela que sempre permaneceu do teu lado, mesmo que as vezes estivesses errado?

Foi fácil quebrares todas as promessas que me fizeste?

Foi fácil destruíres os planos que fazíamos para um futuro em conjunto?

Foi fácil dizeres todas aquelas palavras bonitas, dizeres “Amo-te” e deixares-me sozinha?

Foi fácil para ti ires embora como se eu, como se nós, nunca tivéssemos existido? Foi fácil?

Não sei a tua resposta mas da minha tenho total certeza, pois eu continuo a chorar todas as noites e a pedir que um dia voltes, eu continuo todos os dias à espera de uma mensagem ou de um telefonema, eu continuo à espera…à espera que voltes, que me peças desculpa e me voltes a amar, mas a distância entre nós cada dia parece ser maior e me leva a pensar que tudo acabou.

Entro em desespero quando penso que te perdi porque contigo vai uma grande parte de mim, uma parte que nunca fui com mais ninguém e tu hoje ficaste-me com ela. De ti resta-me memórias, amor e saudade. Nem faço questão de me lembrar dos maus momentos porque esses eu vivi-os intensamente sozinha quando tu me deixas-te, quando descartas-te aquela que te amava a cima de tudo, aquela que se preocupava demais contigo e aquela que, apesar dos teus erros, sempre te perdoou por amor…amor esse que jogas-te fora mas que um dia poderás querê-lo de volta e será tarde demais, pois aquela que te ama eu dia vai te esquecer e encontrar alguém que a mereça e lhe dê valor.
Para mim não foi fácil e para ti? Foi fácil?