Fazes-me falta!!!

Hoje é daqueles dias em que me fazes tanta falta, mas chego à conclusão que cada dia a tua ausência é um sopro de dor para o meu coração.

A falta de ti, do teu perfume, do teu toque, do teu abraço e do teu beijo.

A falta de ouvir a chave na porta depois do teu trabalho acabar.

A falta do teu silêncio, que hoje percebo que me preenchia.

A falta da tua voz, mesmo quando reclamavas baixinho de algo que não te agradava.

A falta do abrir da garrafa de cerveja e do som da tv pronta para a nossa sessão de cinema em casa.

A falta daquele que me escutava vezes e vezes sem conta e sempre a ouvir a mesma coisa.

A falta do comando da tv na tua mão que passava a vida a trocar o canal e que me irritava tanto mas que hoje até isso me faz falta.

A falta de te ver dançar e brincar com a nossa filha.

A falta de dormir agarradinho.

A falta daquele “Amo-te” sussurrado ao meu ouvido que me provocava arrepios.

A falta daquela pessoa que me abraçava quando eu acordava aos gritos após um pesadelo.

A falta do carinho que me davas quando me doía a cabeça.

Sinto tanta falta daquela rotina que me fazia tão feliz e eu não sabia.

Uma falta que uma tela de computador não pode curar!

Ninguém preenche este vazio, vivo apenas cada dia na espera ansiosa de cada regresso teu, desejando com todo o coração que seja o teu próximo regresso, o último regresso!

Estou cansada de partidas, de lágrimas, de saudade, de distância e sei que tu também. E como esta distância mata.

Cada dia é uma luta, é a tristeza de saber que o tempo não volta e que tudo o que passou, as horas, os dias, os meses sem ti jamais os poderemos recuperar. Eles ficaram no passado.

Sei que a cada regresso tentamos compensar todo o tempo perdido mas sabemos que não basta.

Fazes-me falta, uma falta que só nós compreendemos, que só a nós machuca, mas que sei que faremos de tudo para que ela não custe tanto.

Cada abraço, cada beijo de regresso é tão intenso que preenche os espaços em branco.

Sei que voltas e vivo com essa fé. O que temos é especial!

A vida é injusta mas é feita de oportunidades e esta foi a nossa e temos de a aproveitar.

Mas sabes que estarei aqui quando quiseres voltar e decidires que é para ficar.

Sabes fazes-me falta e fico como sempre à espera que voltes para a consertar!

Fazes-me falta!!!

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...