Faltam-me as palavras…

Talvez nem as palavras sejam precisas quando se trata do nosso amor.
Em nós, tudo me fascina. A nossa cumplicidade, a nossa amizade…
Talvez nem sejam precisas palavras quando te olho nos olhos,
Quando te dou um carinho, quando faço algo por ti sem pedir nada em troca.

A meu lado, tens um ombro para chorar. Tens uma boca para beijar.
Tens um corpo para tocar. A meu lado, tens tudo para de uma vez… amares.
Quando me recordo do nosso primeiro, sinto que tudo se desfez. Todos os medos
Que eu tinha guardado no meu peito. Todas as angústias, todos os choros…
Parece que tudo se destruiu, para me entregar de vez… a ti.

Por mais que o amor seja confessado, eu sinto-te no silêncio do nosso olhar.
Sinto-te nas mãos que damos um ao outro, nos segredos que sussurramos.
Por mais que o amor seja confessado, é na escuridão desta noite…
Que eu mais sinto saudades de ti. E do teu calor.

Preciso de te ter nos braços. Preciso do teu amor para poder viver.
Porque sem ti… nada sou…


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...