Experiência por acaso!

Nunca fui pessoa com grandes desejos por doces, mas uma fase (que durou uns quatro dias) fez-me constatar um facto que sempre ouvira falar, mas nunca sentira propriamente: o efeito que os doces (açucar) têm nos nossos corpos. Poderia dizer que foi algo propositado, uma experiência, mas não foi de todo, simplesmente não consegui parar, embora tivesse plena consciência que quando eu quisesse parar eu conseguiria. E assim foi. No entanto, pude constatar o lado obscuro (se é que há algum lado bom) do açúcar.

A primeira coisa que constatei foi a mudança drástica no meu humor. O mais estranho é que eu tinha plena noção de que o açúcar era a causa. As mudanças que estava a sentir e o modo brutal como se estavam a manifestar mexeram  comigo (eu não comi uns bolinhos…eu comi MUITOS bolinhos). Como é possível algo nos alterar a esse ponto? Outra constatação óbvia: falta de vontade de fazer seja o que for e sensação constante de ter ingerido pedregulhos em vez de comida (má). Meses atrás adquiri bons hábitos (o que me deixa mais irritada com tudo isto): fazia caminhada, estipulava a ementa da semana, fazia exercício físico e isto ajudou-me ainda mais a conseguir notar bem as diferenças no meu corpo. O mais “engraçado”: a seguir tudo passa, e voltas a ter vontade de comer mais um bolinho. A seguir pensas “estou oficialmente a ser manipulada pelo açúcar!!!” e sentes necessidade de fugir dele para o teu bem estar físico e psicológico.

A minha conclusão: é assustador.