Excluir o ex do Facebook ajuda a superar o fim de uma relação!

Quando o namoro acaba dá uma vontade de excluir o ex da lista de amigos. Mas a ideia parede tão infantil que acabamos por por de parte essa opção. Até pode mesmo não ser a atitude mais madura do mundo, mas acredita que é uma boa maneira de remendares o teu coração partido.

É o que indica a pesquisa de Tara Marshall, psicóloga da Universidade de Brunel, na Inglaterra. Ela pediu a 464 voluntários (maioria feminina e universitária) para avaliar a relação entre o uso do Facebook e a recuperação pós-namoro. Além de responder a perguntas como “com que frequência vês o perfil do teu ex?” e “com que frequência conferes a lista de amigos dele?”, eles também classificaram os níveis de desejo s3xual e sentimentos maus, como raiva, decepção e ódio, pelo ex.

Como era de esperar os participantes que fuçavam muito a página do ex levavam mais tempo para curar a dor de amor. Mas quem o excluía logo de cara do Facebook relatava menos sentimentos maus e menos desejo s3xual. Ainda assim essas pessoas mostravam bastante mágoa. Afinal, o fim de uma relação traz tristezas, mesmo para quem supera rápido.

Mas em poucos casos manter o ex na lista de amigos do Facebook fez bem. Ler publicações dele pode acabar com aquela vontade de reatar o namoro. Mas, imagino eu, isso deve acontecer quando passa aquela cegueira da paixão, e depois pensas: “tanta estupidez, que atrasado. A sério que eu gostava disto?”.

De qualquer forma, fica a lição: quem excluí o ex do Facebook supera mais rápido o fim de um namoro, por isso “corta o mal pela raiz” e vai ser feliz.

Partilhar é cuidar!