Eu sou completamente louco por ti!

"Eu sou completamente louco por ti. E confesso. E digo. E assumo! Sem ti nem metade sou, porque tu não foste nem nunca serás (apenas) metade. Tu és todo o amor... que eu preciso para viver."

Contigo… vivo um sonho.

Vivo um sonho desde o momento em que passei a pertencer-te,

Em que larguei tudo o que um dia não tive, e passei… a amar-te.

Tantas histórias já foram vividas, já tantas loucuras cometemos, de mãos dadas,

De beijos selados – como simples namorados: que se amam sem tempo.

Ainda te lembras do nosso primeiro beijo?

Naquela noite em que te pedi em namoro, e em que aceitaste?

Foi desde esse momento que passei a sentir-me vivo, que passei a sentir-me completo,

Conhecendo, realmente, o que era sentir o corpo tremer: por amor.

Lembro-me tanto daquela noite, eu e tu (no carro), numa noite estrelada,

Só eu e tu e mais nada e… um céu que iluminava o mar.

Ainda hoje sei de cor o sabor dos teus beijos, ainda hoje sei que roupa vestias,

O olhar com que me olhavas e…

Sinto a primeira vez que encostaste a tua cabeça no meu ombro

(enquanto eu passava a minha mão pelo teu cabelo).

Existem amores que não se explicam e o nosso, o nosso é um deles.

Foi um amor que surgiu na nossa vida para nos fazer acreditar em algo mais,

Para nos mostrar que esperar vale a pena, que acreditar vale a penas mas…

Que, sobretudo, lutar faz com que vivamos o sonho.

Eu sou completamente louco por ti. E confesso. E digo. E assumo!

Sem ti nem metade sou, porque tu não foste nem nunca serás (apenas) metade,

Tu és todo o amor… que eu preciso para viver.