Eu espero por ti, pode ser?

Eu era apenas um rapaz normal, tal como os outros… Desde cedo comecei a destacar-me por entre a malta pois era dos poucos sem medo de falar… Porém, falar não chega. É com atitudes que conseguimos conquistar a confiança de quem seja.

Tudo começou de forma mais inimaginável… Uma guerrinha por uma rapariga! Eu, como não gosto de perder, cometi uma pequena aldrabice, eliminando logo a concorrência. Ela, mais tarde, advertiu-me que não gostara de mentiras, então eu consegui fintar a situação para que essa pequena mentira se tornasse verdade… Tudo começou assim… As conversas, os smiles, os sorrisos, os olhares tornavam-se mais e mais comuns, mais viciantes, mais intensos, mais perfeitos… Sem dar por ela estaríamos ambos envolvidos numa amizade forte, numa confiança mútua! Ambos sabíamos que gostávamos um do outro, mas nenhum dos dois admitia… Chegou o primeiro abraço, lembro-me dele como se fosse ontem, tu prestes a entrar para o teu transporte habitual e eu, para me despedir, dei-to! O mundo parou, o meu coração começou a bater cada vez mais e mais! Tu foste embora… Mas o meu coração continuou a bater a mil à hora!

As conversas não paravam, eram cada vez maiores, abraços, beijinhos na testa! Parece perfeito? Ok… Nada é perfeito, nós também não os éramos, chateamo-nos mas bastou uma palavra sincera, um abraço puro e cheio de carinho, ternura, calor e sinceridade conseguiu expulsar o amuo!

Chegou um momento em que tive de me ausentar, tu tiveste medo que eu não voltaria, eram tempos complicados… Mas eu sussurrei no teu ouvido, “eu volto, vais ver, não te preocupes!”! Na minha ausência, tu não deixaste de me tentar contactar, conseguiste, mesmo longe conseguíamos comunicar… A saudade apareceu, cresceu mas morreu no dia em que voltei! Tu foste ter comigo mais cedo! Foi aí que te vi, tu quase que saltaste para o meu colo! Eu vi-te com um olhar de saudade, curiosidade e senti o teu coração a bater como bateu nos nossos primeiros abraços! Nesse momento apareceu o primeiro beijo, foi tão natural, tão simples, tão fantástico, tão quente, tão bom! O mundo parou, o batimento aumentou, mas o beijo não parou! Foi tão inevitável, tão inesperável, mas o melhor acontece quando é de surpresa, certo?

Os momentos em que nós nos beijávamos começaram a surgir mais e mais… Sabíamos que não haveria amor e sabíamos que ninguém deveria saber e assim aconteceu… Mas a vontade de estamos juntos, dos beijos, dos abraços era cada vez maior! Sabíamos bem que somos apenas amigos, nada de amores, foi o combinado…

Contudo, surgiram mágoas mesmo grandes, atos que fiz na inocência te deixaram muito magoada… Falamos, discutirmos sobre o assunto, resolvemos porém foi aí que tudo abrandou… Dizias que não querias que nada mudasse mas tu começaste a evitar o beijo… Continuavas a provocar mas muitas vezes ficava por aí. Dizias que tudo estava a acontecer tão depressa, que precisávamos de abrandar, de facto, quando estou contigo, o tempo voa mas a vontade fica!

Conquistei-te com as minhas palavras e com atos que me faziam diferenciar de outros rapazes… mas afastei-te com atitudes do meu outro eu, do meu lado inconsciente. Se pudesse voltar atrás? Bem, não quero, vamos viver o nosso dia de cada vez, amanhã veremos o que acontece, pode ser? Mas lembra-te, eu continuo a querer-te, continuo sem desistir, continuo a achar que o teu passado, as mágoas, todo teu sofrimento irá ser posto de lado, sei que te consigo fazer feliz, tu também o sabes… Quando estiveres pronta para me aceitar, diz, faremos o nosso futuro juntos e felizes! Pode ser?

PORNCUAiscool
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...