Eu e o dia!

De manhã abro a janela

Para ver o dia lá fora,

A natureza é tão bela

Olho para ela a toda a hora.

Na rua a movimentação

Está muito agitada,

Cá dentro na escuridão

Eu me encontro deitada.

No quentinho do cobertor

Meu pensamento vagueia,

A solidão do corredor

Percorre a minha veia.

Meu sangue gela de frio

E a saudade arrefece,

Meu amor segue como um rio

E a tristeza não se esquece.

Recordar o sonho do passado

É deixar de viver o presente,

Quero o meu bem-amado

Irei amá-lo para sempre.

O dia nasce maravilhoso

E eu amanheço sozinha,

O mundo é tão espantoso

Mas esta vida é só minha!

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...