Estou livre do nosso amor?!

Hoje percebi finalmente o que quero, o que quero para hoje, para amanhã, e para o próximo ano. Descobri que afinal, não te quero a ti. Desculpa. Mas não és um dos meus desejos de fim de ano.

Não quero mais continuar esta história, que em tempos foi uma história de amor. Não te quero a ti ao meu lado, descobri que tenho amigos que te substituem e me cativam todos os dias. Descobri que eles, não me deixam pedir para me aquecerem a mão, porque vão agarrar a minha mão pelas ruas da cidade, e dar a desculpa de que a querem aquecer. Descobri que eles me amam, de maneira diferente da que te amei, mas ainda assim, me enche o coração. Eles insultam-me, e esperam ouvir da minha boca: ‘odeio-te’ e riem-se. E contigo, eu chorava por dentro, porque sabia que era sincero cada insulto. Eles olharam por mim, cuidaram de mim, amaram-me e protegeram-me. E hoje, continuam a olhar por mim, a cuidar, a amar e a proteger-me.

Não estou triste, por a nossa história ter acabado, estou triste por ter demorado tanto tempo a acabar. Estou triste, porque o meu coração não me deixou deixar-te mais cedo. Estou triste por não ser capaz de te dizer que não serão os teus amigos a decidir a tua felicidade. E o que me deixou mais triste, foi dar-te tudo, quando não merecias nada.
Mas ontem foi o fim, e eu estou feliz. Estou feliz, porque hoje começou um novo capitulo, e finalmente me libertei de ti, e do nosso amor que ficou perdido.

Já nada me resta teu. Já não há fotos, nem números, nem conversas. Há memórias, mas essas leva-as o vento. Não há esperanças, nem vontade de te amar. Foi amor o que senti, e forte, mas hoje ele já não está cá, ou até pode estar, mas é tão pequeno e confuso que nem dou por ele. Deves tê-lo levado quando viraste costas, e eu, deixei-o ir, com o cansaço que sinto. Foi difícil amar-te, foi difícil aguentar o choro tantos dias e meses. E agora nem consigo chorar… será porque estou livre do nosso amor?

PORMaria Leonor
Partilhar é cuidar!