Esta Carta É Para Todas As Pessoas Que Sofrem De Ansiedade!!

Ansiedade, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis e, infelizmente, de acordo com a Associação Americana de Ansiedade e Depressão, 40 milhões de adultos acima de 18 anos ou mais de idade nos Estados Unidos têm algum tipo de transtorno de ansiedade, fazendo com que a ansiedade seja a doença mental mais comum nos Estados Unidos.

A sensação provocada pela ansiedade só desaparece enquanto se dorme, sendo que mesmo assim, algumas pessoas têm bastante dificuldade em dormir.

Esta carta que se segue é de alguém que sofre deste mal para todos aqueles que lutam esta batalha diariamente e que poderão precisar de um incentivo para continuarem:

“Ansiedade não se importa se te sentes cansada(o) ou farta(o); persiste apesar do teu cansaço, ela intromete-se e infiltra-se na tua mente logo quando pensas que encontraste paz. E não desiste; na verdade, ela só parece piorar quando tentas combatê-la. No momento em que desejas que ela simplesmente te deixe por um tempo, parece que ela volta duas vezes pior.

A ansiedade assombra-te durante o sono e segue-te durante o dia. Não deixa a tua mente descansar, obrigando-te sempre a fixares, ruminares e sufocares. Tu não pediste nada disto, e não consegues entender porque é que não podes alcançar a paz. A vida já te traz desafios, mas a ansiedade só a torna pior, porque tudo parece um obstáculo enorme.

Fazer coisas simples parece logo um drama antes mesmo de saíres pela porta, e fazeres uma apresentação de um trabalho pode deixar-te em pânico e grande desconforto. A vida move-se tão rapidamente, e parece que ter direito a um tempo para descansar a mente e o corpo é algo desprezado por muitos. O mundo não foi feito para pessoas ansiosas, por isso onde é que todos aqueles que sofrem de ansiedade ficam inseridos? Como podemos lidar com um mundo que nos pede para seguir em frente, mesmo quando sentimos que não podemos dar mais um passo?

Com tanta coisa na vida para nos preocuparmos, parece que a paz de espírito ou é uma memória distante, ou uma ilha paradisíaca que não nos podemos dar ao luxo de visitar. Ansiedade vem quando menos esperas, e permanece mesmo quando a tentas “devolver”. Na verdade, ela não é nunca quer sair! Ela constrói um lar permanente na tua mente, e rouba-te todos os pensamentos e sentimentos positivos. Tentas encaixar-te, sorrir para estranhos, manteres as amizades, e seguires com a tua vida normal, mas dentro de ti sentes algo terrivelmente errado.
Tentas corrigir esses pensamentos e sentimentos, para tentares curá-la de dentro, mas a ansiedade é um animal difícil de domar. A ansiedade é um monstro silencioso, sabotando a tua mente e ocupando um espaço valioso quando tu nem sequer a convidaste para dentro. Ela só vai e vem quando quer, e parece ficar muito tempo quando te visita.

A ansiedade não entende quando dizes que precisas de uma pausa, ou quando questionas as vozes que existem na tua mente. É persistente, resistente, e cruel, um parasita que suga a tua energia e coloca nuvens no teu cérebro. No entanto, a ansiedade não vive apenas na mente. Tu conheces os sintomas muito bem – as pernas nervosas, o coração disparado, as borboletas no estômago, dores de cabeça, a náusea, a rosácea, o nó na garganta, as palmas das mãos suadas, e o puro pânico que toma conta de ti numa situação stressante.

A pior parte é que não consegues diferenciar um ambiente stressante de um inofensivo. Tudo parece stressante, porque o teu cérebro não consegue lembrar-se de como ele se deve sentir em determinadas situações.

Vê também: Quem Sofre De Ansiedade Percebe O Mundo De Maneira Diferente!!

Se és um dos milhões de pessoas que sofre de um transtorno de ansiedade, por favor, não hesites em pedir ajuda se precisares dela. Isso não faz de ti fraca(o) ou um fardo por pedires ajuda – isso realmente faz de ti uma pessoa corajosa e forte para admitir que tens um problema e que precisas de alguma orientação. Ninguém deveria ter que passar sozinho esta vida, por isso não deixes de transmitir os teus pensamentos ou sentimentos só porque a sociedade te diz para o fazeres. Senta-te e conversa com a pessoa que amas, escreve para um jornal, medita, ou faz qualquer coisa que te ajude a sentir uma sensação de alívio e relaxamento.

Nós vivemos num mundo stressado, mas isso não significa que tenhas de sentir os sentimentos da maioria das pessoas. Tira um tempo longe da sociedade, e não peças desculpas por isso. Natureza, cuidares do teu corpo, teres pessoas positivas na tua vida, teres um propósito, e ajudares os outros podem ajudar a aliviar sentimentos de ansiedade. Nunca desistas, porque os sentimentos não vão durar para sempre. Tens de ter a vontade de trabalhar em ti mesma(o), e a coragem de combater os demónios na tua mente. Lembra-te, eles só ganham se tu os não deixares.”

Partilhar é cuidar!