Espero…

Espero incessantemente por uma resposta que nunca chegou.

Espero por uma resposta que me foi prometida e que não foi cumprida.

Espero por uma vida que me foi revelada e depois ocultada.

Espero por tudo aquilo a que tenho direito mas que me foi retirado minutos depois.

Espero por ele embora sabendo que por mais perto que esteja nunca mais o verei.

Espero fazer parte de uma família que apesar de tudo já me aceita como sou.

Espero por um amor desejado desde que sou criança.

Espero por um homem não por um príncipe.

Espero umas mãos diferentes que se tentam conhecer.

Espero um “para sempre” quando sei que nada é infinito.

Espero um “felizes para sempre” quando sei que a vida não é só feita de momentos felizes.

Espero por alguém que me compreenda e me julgue pois não sou perfeita.

Espero alguém que aceite as minhas críticas e elogios.

Espero alguém que seja o meu refúgio pois não sou de ferro, pois serei um porto de abrigo quando ele desabar.

Espero por alguém que me rodeie com os seus braços e me aperte como se eu fosse a última molécula de oxigénio.

Espero por alguém que não me traga presentes, que apenas me ofereça uma papoila apanhada na beira da estrada.

Espero por alguém que me conheça e que anseie por mim.

Espero tudo, mas se “tudo” for inalcançável, quero apenas alguém que me ame…

Que me ame como eu amarei.

PORSofia Sousa
Partilhar é cuidar!