Entrei no comboio…

Entrei no comboio e sentei-me,
Sinto os olhares incidirem sobre mim
Abordagem breve e passageira,
A curiosidade humana parece não ter fim.

O comboio parte agora da estação
E os pensamentos começam também a viajar.
Uns vão fingir que desconhecem a paisagem,
Outros falam a arte de bem criticar.

Se alguém faz um gesto mais brusco,
Meio mundo pára só para mirar .
Um dia experimente simular a busca do passe ,
só para ver quantos “tolos” o vão imitar .

Só para não falar do indivíduo do jornal
que aparenta ser uma pessoa culta e sabida.
Na realidade ele até é analfabeto,
mas o muito que sabe aprendeu na escola da vida.

Vivemos num mundo de aparências
Onde a imagem têm cada vez mais valor .
Quando surge alguém um pouco diferente,
fica tudo estático com um olhar acusador.

Fitei agora um ponto no vidro da janela,
Abstraí-me e deixei a minha mente divagar …
Ai ! Como me sinto só no meio desta imensidão !
E ao contrário dos outros não tenho pressa em chegar .

Pressas para quê ? É apenas mais um dia …
Igual a tantos outros, diferente só na data .
Sempre a mesma rotina , mais uma viagem de ida
mas desta vez não sei se terá volta …


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...