Ele não merece as minhas lágrimas e deve ser por isso que elas não caem…

Ele tem as amigas mais bonecas que já vi, são lindas, cabelos lisos e compridos, unhas de gel sempre arranjadas, as roupas do último grito da moda, os melhores ténis de marca e sempre com um cigarro entre as unhas mais elaboradas de sempre. Vão ao café, ouvem as músicas que ele ouve, sorriem até mesmo quando não tem piada, são o estereótipo perfeito para um rapaz como ele.

Acho que isso foi o que faltou, acho que isso é definitivamente o que eu não sou e não foi o suficiente para ele se apaixonar, o que mudava tudo. Adaptei-me muito rápido a ele, ou melhor, ele soube muito bem aquilo que me faria adaptar tão rápido, ele sabia aquilo que me faltava, aquilo por que me apaixonaria, um novo recomeço, um novo amor, uma nova direcção, um novo caminho para ser percorrido juntos, ao lado um do outro, porém ele foi absolutamente incapaz de se adaptar a mim e eu incapaz o suficiente para saber o que lhe faltaria para se adaptar, de certa forma se não acabasse agora, acabaria mais tarde, mas, decidiu que este era o momento, então, assim sorrateiramente, sem um ai, nem um ui, fez-se à estrada.

Ele não era rapaz para mim, eu sabia isso desde início, mas ele dava-me tudo aquilo que eu precisava, estava quando eu necessitava e só com um beijo acalmava-me a alma e assim o mundo girava em seu redor, essa era a sensação que ele adorava.

Uma coisa é certa, ele deu-me quase tudo, só faltou amar-me com todo o seu coração! Todas as feridas curam… nunca deixe alguém com uma ferida aberta se não tem intenção de ama-lá.

PORAnónimo1
Partilhar é cuidar!