Ela te deixou…

“Eu tentei”, dizia o bilhete sobre a mesa. E ela tentou. De todas as maneiras possíveis. Ela bem que tentou retardar o fim, te deixou aos poucos, na esperança de reencontrar o amor que havia entre vocês. Não encontrou.

Antes de partir ela pensou em tentar uma ultima vez. Em te dar mais uma chance. Ela até se culpou por estar desistindo tão fácil do amor. Até perceber que você havia desistido de “nós” muito antes. Ela abriu mão quando se deu conta que vocês viviam uma solidão a dois. Não foi fácil partir, mas ela sabia que era necessário. Ela descobriu que há vida depois de vocês dois, ela simplesmente escolheu por seguir em frente, e nesse caminho não tem mais espaço pra você. E foi, sem arrependimentos, sem olhar para trás.

Ela te deixou sabendo que esgotou as possibilidades para fazer com que você + ela fossem dois. Ela lutou por ti. Ela insistiu num futuro impossível de ser escrito. Ela ficou mais tempo do que devia ao teu lado por acreditar que você seria o “para sempre” dela. Deixou de ser quando te tornaste motivo dum choro contido. Deixou de ser quando a certeza se tornou duvida. Deixou de ser quando ela percebeu que amou sozinha por esse tempo todo. Não sei ao certo quando deixou de ser, mas é definitivo. Ela te deixou, e essa viajem é só de ida.

Não pense em procurá-la. É tarde para valorizar quem sempre esteve ao teu lado. É tarde. Ela virou a página, o disco. Vocês desafinaram. Ela demorou, mas desencanou de ti. O sentimento que ela tinha por ti não mora mais naquele coração. Entre tantas idas e vindas ele se perdeu. Você pode procurar, mas nela você não o encontrará. Entre tantos caminhos o peito dela não te reconhece mais como rota pra vida dela. Ela tomou outro rumo, pra longe de ti, bem longe. De rodovia principal você passou a ser uma estradinha de chão toda esburacada. Um atalho que ela já sabe que não leva a lugar algum.

Agora que você a perdeu só lhe resta chorar, assim como ela fez antes de decretar o fim entre vocês. Lhe restam também as bom lembranças de quando vocês eram dois. Guarde-as bem, podem ser as únicas em tua vida. Em meio às lágrimas você percebeu que tua vida não faz sentido sem ela? O quanto à ama? Bem, por mais difícil que seja, por mais impossível pareça, você terá que viver sem ela.

Preciso te confessar que até agora eu não entendo como você teve a capacidade de ter a mulher da tua vida em mãos e não a reconhecer. Tens ideia que a sorte bateu a tua porta e tu não atendeste? Que a vida lhe sorriu? Você perdeu a pessoa que daria o mundo por ti. E ela deu, você que não aceitou.

Te desejo um bocado de sorte, porque a vida já lhe presenteou com o que havia de melhor e você não soube aproveitar. Chegaste tão perto; faltou pouco para ser feliz pelo resto dos teus dias.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...