É aqui, fora de todo o conforto…

Hoje custa menos.

Ou então fomos só nós que criamos essa ideia.

Não, não deixou de doer e na verdade acho que cada vez doí mais.
No entanto, muitas coisas se foram alterando ao longo deste tempo aparentemente eterno..

Fomos obrigados a crescer  e a dar este passo sozinhos.
Aprendemos a chorar sem pedir auxilio, mesmo quando a nossa vontade era correr para o colinho confortante.
Quisemos estar presentes, mas infelizmente a única opção foi a ausência.
Ausência essa, que nos custou este mundo e o outro.
Tu sofres e vais continuar a sofrer. E sabes porquê ? Porque não podes fazer nada pelos outros, mesmo que queiras e tal como tu, um dia essas pessoas vão aprender a tomar conta de si. Não porque querem, mas porque têm.

Passámos por situações e dias menos bons…
Restou-nos limpar o rosto e sorrir, como se isso amenizasse a nossa dor.

Nem sempre foi fácil, aliás, nem me lembro dessa parte..

Se vale a pena ? Não sei.
Se o resultado for o desejado, otimo ! Se não, de uma forma ou de outra será uma experiência que nos enriqueceu enquanto pessoa, que nos fez ver com mais clareza a realidade, que nos afastou das pessoas que desde sempre estiveram connosco e que nos fez mais do que nunca ver o quanto são importantes nas nossas vidas.

É aqui que estamos a tentar concretizar aquilo que eles um dia sonharam para nós !
É aqui, fora de todo o conforto.