A dor que nunca te contei!

Hoje decidi desabafar aquela dor que me consome, hoje decidi rabiscar um tormento que não some.

Se soubesses como custa acordar todas as manhãs, para mim é uma luta parece que não volta atrás.

É uma dor persistente que chegue bem devagar, mas assim que ela assenta faz de minha vida seu lar.

Sem pressa de me deixar, apenas com pressa de me consumir, é difícil de lidar, ela machuca meu sentir.

Quantas lágrimas eu choro mesmo por entre a multidão, no sorriso elas se escondem e fazem-me perder a razão.

Não gosto nem de dormir, porque até nessa hora ela consegue me apunhalar, é um sentimento de destruir aquilo que aprendi amar.

Já não gosto mais de mim e é difícil de acreditar, mas é uma dor sem fim que não sei como contornar.

Todo o mundo à minha volta parece tão feliz, causa em mim tanta revolta, que me pergunto o que foi que eu fiz?!

É triste tanta tristeza, é doloroso o seu tocar, chega com uma leveza mas com a força de me matar.

Tanto tinha para viver, tanto tinha para dizer, mas quando me faltam as forças é melhor eu escrever.

O papel eu crucifico por este sentimento não calar, mas o papel me permite aquilo que não sou capaz de te contar.

Sei que ninguém entenderia esta estranha sensação que me percorre todo o dia matando o meu coração.

Sabes este sorriso que levo é uma mascara especial, parece muito sincero mas me faz muito mal.

Faz mal, porque fingir uma alegria que não sinto, é como se eu tentar fugir se vivo em um labirinto.

Não fiques triste comigo e não me queiras mal, não sou fraca pelo que sinto mas forte por não acabar.

Sei que nasci pra ser feliz por isso que me levanto, mesmo carregada de dores e vivendo em meio a um pranto.

A coragem de me erguer em meio a tanta tristeza só mostra minha força num mundo de tanta fraqueza.

Não desisto e não pretendo desistir pois sei que tenho em mim a fé para o conseguir.

Não desistas tu de mim, apenas segura minha mão, enquanto te sentir aqui a esperança estará no meu coração.

Hoje está complicado mas deixa-me acordar amanhã, espero por um novo dia para que todo o mal se vá.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...