Diário de um Vampiro II ( O destino marca a hora)

E num dia mais que sombrio,
Eu me deparei com o obscuro,
E com uma cortina ao fundo,
Que me disse algo meramente duro…
Logo ali, naquele instante,
Apercebi-me que muito ia mudar,
A sede de sangue iria ser constante,
E nada poderia fazer para isso controlar…


Tudo começou por uma suspeita,
Agora estamos próximos da verdade,
Nisto agora estou sujeita,
Tudo por uma mera curiosidade…
Envolvi-me demasiado,
Ao querer descobrir o teu passado,
Para descobrir esse teu lado,
Pois quando pergunto ficas embaraçado…

Até agora podes ter escondido,
Escondido toda a tua essência,
Tornaste-te num felino,
Com imensa resistência…

Todos esses efeitos,
Confirmam um só estado,
A que todos os seres humanos estão sujeitos,
Talvez por tentar ter-te ajudado…

Nunca senti tanto medo,
Aquela frase deixa-me à nora,
A frase esconde um grande segredo,
E a frase é “ O destino marca a hora “ …


PELA WEB

Loading...