Despedi-me de ti!

Mesmo no recanto mais longínquo a saudade habita, a dor vagueia e somente a tristeza me consome saber que estás bem com ela matou-me no exacto segundo em que os meus olhos se fecharam, vir para longe ate me fez bem mas os pensamentos continuam por perto. Apenas o corpo se movimentou para um lugar distante, a alma permaneceu no mesmo lugar a enfrentar as mesmas magoas e dores.

Ódio não habita em mim apenas desgosto, porque sei que só te estas a destruir…

Lembra te apenas que quando caíres na real, não venhas ao sítio especial de lá a minha lembrança voou como um simples mas dolorosa etapa da tua tua vida da qual fiz parte, parte essa que deixaste devastada e ao que parece mais nada Te diz, mas um dia vais aterrar com os pés na terra e ver que deixaste para trás melhor que o que levas adiante.

Nossa história acabou e com ela começou…dói ao escrever isto sabias ? Sei que me amaste mas porque tanta dor explicas-me? Saudade é a única coisa que paira no meu coração…. E na mente ficam as recordações de todos aqueles momentos, de todos aqueles abraços, beijos,caricias, lágrimas derramadas, horas passadas, parece que foi tudo em vão… Agora penso que nessa historia, vais passar novamente aquilo que passamos, vais sentir tudo o que sentimos. Será que vais reviver os momentos que tiveste comigo enquanto estás com ela ? Uma das razoes porque isto dói tanto é saber olhar para ti e ver que avanças-te.

Atormentei-me mentalmente, acabei comigo mesma só para poder ter aquela parte que só eu conhecia verdadeiramente,cada dia me afogo mais neste mar de recordação, não posso mentir ao dizer que não me mata saber que fui apenas só mais uma. Ouvir-te falar de mim como se fosse uma conquista para ti, e quando estavas comigo era aquela especial.Parece que não falas na mesma pessoa, usas palavras de cortar-me a respiração para te elevares e te sentires bem, afastas-me de ti como se tivesses vergonha daquilo que sentiste por mim. Mesmo assim não te consigo esquecer, nem sentir raiva da tua pessoa. Sempre tratei por igual e sempre te protegi, mesmo sabendo que já não o fazias por mim.  Pensava que ao ouvir a pessoa que realmente me fazes parecer que ia odiar-te mas fiquei a odiar-me a mim mesma, saber que dei tanto de mim e tu não és capaz de te render ao que sentias por mim.

As dores que sinto por ti se calhar são razoáveis sabendo que vai chegar aquele dia que vais olhar para mim consumido de todos os males que te tentei afastar, e vais passar por tudo o que estou a passar e vai-te doer mais do que amei porque eu amei.. Não teres onde te agarrar nem vais ter ninguém que te ajude a ultrapassar essa dor que outrora senti, como quiseste ser bajulado por todos e humilhar-e nem eu te vou ajudar.

Muitos me aconselharam mas advinha? Não lhes liguei porque era a ti que lutava para conquistar um pouco do teu ser, eu ajudei-te caramba ate com a tua filha, quem teve horas a fio no hospital contigo depois de um discussão? quem te deu um ombro para chorares ? Pois foi a moça que tu humilhaste numa noite essa noite que me destruí por completo, deixei de gostar de mim para amar por dois.

Ambos temos tempo contado, neste mundo pagamos pelo que servimos. Tu terás a dose da tua trovoada, eu não me vou rir isso seria desumano, vou simplesmente olhar-te nos olhos e fazer-te ver aquilo que perdeste por tentares ser mais do que aquilo que és. Vais perceber que erraste, que ficaste sem um apoio na tua vida, aquilo que te vai doer mais não vai ser o que enfrentas. É saber que podias ter alguém a ajudar-te e apoiar-te verdadeiramente. Não te culpo pela vida que tiveste mas eu não tinha de levar por paga. Sabias do meu passado o quanto tinha sofrido com desamores, deste-me a mão e mesmo assim me deixaste cair no abismo. Enquanto eu te tentei ajudar e estava lá para ti, tu paraste e pensaste que eu queria que fizesses o mesmo por mim? Tiveste preocupação isso não nego, mas eu fiz mais que uma mera preocupação, eu tentei resolver o teu passado e ajudar-te a construir um futuro. É assim que me pagas ? Será por isso que me custa tanto? Saber que te ajudei a construir um futuro para poderes partilhar comigo e estares bem a meu lado e ao fim de contas…. nada!

Eu ainda tento saber como estás, ainda te ligo mesmo estando eu a precisar de uma palavra amiga, de um conforto, ainda me preocupo contigo, tento ajudar-te a viver mesmo sabendo que as nossas vidas parecem as linhas dos comboios sem nunca se cruzarem, eu ainda tento quebrar as regras e acreditar que tu vais abrir os olhos, e possivelmente vais me dizer-me aquilo que quero ouvir, deve ser uma das razoes porque me doí a alma é saber que lá no fundo nunca vais ser aquilo que eu esperava de ti.

Agora segues o teu destino junto dela, num futuro que eu ajudei a construir com um passado que ajudei a resolver, mas tu no fundo sabes que não está tudo terminado ainda precisas de ajuda, não existe ninguém no mundo que te ajude como a pessoa que tu destruíste isso é uma certeza que eu tenho. O teu passado ainda tem questões por resolver e é nessas questões que me custa não estar presente mas foi uma escolha tua, o teu futuro já não me cabe a mim ajudar visto que já tens alguém para esse cargo. São aquelas memorias e aqueles tempos todos que nós passamos que vais meter junto ao teu passado para um dia mais tarde te vangloriares te  que foi aquela pessoa que tu deste a mão e alimentaste um sonho para depois destruíres, custa-me não saber como me vais recordar…Investi meses da minha vida na tua pessoa, mudei por tua causa, deixei de ser como sou só para te ver feliz levaste de mim algo que nunca poderás devolver, tudo isto num curto espaço de tempo trocares-me por outra.Fechei-me novamente, conseguiste criar uma ferida maior que aquela que te expus , fizeste-me acreditar que era possível voltar acreditar que é possível sonhar, agora podes ver na merda que deu, perdi bastante por te amar e quase deitei tudo a perder mesmo assim depois de tudo não consigo deixar de pensar será que ainda te preocupas ? Será que existe em ti algo realmente sincera ?

Fica aqui expresso no meio de tanta palavras a teu respeito que eu não te esqueço, nem ao tempo que estive contigo foste tu que levantaste quando eu caí, que me apoiaste quando eu mais necessitava, que me ajudaste mesmo sem saber como, que me fizeste crescer, que me magoaste profundamente entre muitas outras coisas que fizeste tu ao meu ser , eu podia escrever quase infinitiva mente sobre todos os sentimentos que tu causaste em mim, mas como a nossa história este texto tem de ter um fim, um fim ao qual espero que tu não cais como eu caí, não sofras como eu sofri, que ninguém te faça passar por aquilo que tu me fizeste passar e que consigas ter uma historia do qual te possas orgulhar.

PORVanessa Tusto
Partilhar é cuidar!